Série B

Fortaleza decide pagar multa para tirar Marlon do Sampaio Corrêa

De acordo com o presidente, Marcelo Paz, até a próxima quinta-feira, o atleta deverá ser liberado para jogar no Tricolor

09:18 · 02.05.2018 por Ivan Bezerra
marlon
Marlon vinha sendo destaque no maio-campo do Sampaio Corrêa ( Foto: Reprodução/Twitter @scfcoficial )
 
Direto do Estádio do Café, onde o Fortaleza empatou em 1a1 com o Londrina/PR, se mantendo na liderança do Campeonato Brasileiro da Série B, nessa terça-feira (1/5), o presidente do clube cearense, Marcelo Paz, informou que a agremiação vai pagar a multa rescisória para contratar o meia Marlon, do Sampaio Corrêa/MA. O atleta é um dos destaques do time maranhense na Série B e de há muito vem sendo observado pelo técnico Rogério Ceni e pelos analistas de desempenho do Leão.
 
"Pela primeira vez, vamos pagar uma multa rescisória para tirar um jogador de outro clube. Daí, porque, não sabemos exatatamente como é o trâmite legal. O assunto agora será encaminhado pelo nosso departamento jurídico. É uma situação nova para nós", disse Marcelo Paz. Indagado sobre se haveria ajuda de conselheiros para pagar a multa do atleta, o presidente respondeu: "Não tem dinheiro de conselheiro envolvido. Será investido dinheiro do orçamento do clube mesmo. Em outras situações, já se pagou até um salário maior para um atleta e agora a diferença é a multa rescisória que iremos desembolsar.Fizemos isso, porque entendemos que ele é um jogador que tem a capacidade de nos ajudar muito na caminhada da Série B", disse Marcelo Paz.
 
A delegação tricolor, que vem de Londrina, tem desembarque previsto para às 11h10 minutos desta quarta-feira (2/5), no Aeroporto Internacional Pinto Martins. O próximo jogo do Leão será no dia 12, às 19 horas na Arena Castelão, contra o Goiás, na quinta rodada da Série B.
 
Perfil
 
Nome: Marlon Adriano Prezotti
Nascimento: 26 de fevereiro de 1990
Naturalidade: Curitiba-PR
Peso: 68 kg
Altura: 1.75 m
Principais clubes: Vila Nova (GO), Cruzeiro (MG), Francana (SP), Sertãozinho (SP), ASA (AL), Caxias (RS) e Sampaio Corrêa (MA).

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.