Cabe recurso

Flagrado em doping, Pedro Ken é suspenso por seis meses

Se a punição persistir, o atleta ficará até o dia 20 de agosto fora dos gramados. Ou seja, perderá 14 jogos da Série A e a Copa do Nordeste

Flagrado em doping, Pedro Ken é suspenso por seis meses ( Foto: Reinaldo Jorge )
11:52 · 15.05.2018 / atualizado às 12:45

A Autoridade Brasileira Controle de Dopagem (ABCD) anunciou na última segunda-feira (14) um duro castigo para o meia do Ceará, Pedro Ken. Flagrado no exame antidoping realizado na partida contra o Santa Cruz, pela Série B do Campeonato Brasileiro do ano passado, o jogador alvinegro recebeu uma punição de seis meses pelo uso de Anastrozole. A decisão  cabe recurso.

Se a punição persistir, o atleta ficará  até o dia 20 de agosto fora dos gramados. Ou seja, perderá 14 jogos da Série A e não atuará mais pela Copa do Nordeste, mesmo que  o Vovô chegue à final.

Jogos em que Pedro Ken ficaria de fora com a punição atual

Vitória X Ceará 
Ceará X Grêmio
Chapecoense X Ceará
Ceará X Cruzeiro
Botafogo X Ceará
Ceará X Palmeiras
Atlético/MG X Ceará
 
---PAUSA PARA A COPA---
 
Ceará X Sport
Internacional X Ceará
Ceará X Bahia
Ceará X Fluminense
Paraná X Ceará
Ceará X Atlético/PR
Vasco X Ceará
 
 
Esperança em mudança no Pleno

A punição imposta nessa segunda-feira pela instituição teve início em 21 de fevereiro de 2018. O diretor júridico do Ceará, Jamílson Veras, espera que a decisão do acórdão seja breve para que possa recorrer. "Esperamos que o acórdão da justiça antidopagem seja breve. Vamos recorrer. O Ceará confia na inocência do atleta, dada a baixíssima quantidade encontrada na amostras A e B coletadas. Esperamos a absolvição do atleta ou na redução da pena eventualmente aplicada", declarou.

Pedro Ken alegou inocência, acreditando em contaminação de um suplemento manipulado que tomou por conta própria. "Este é o momento mais difícil da minha carreira e da minha vida tirando o falecimento do meu pai. Para esclarecer toda situação, no jogo com o Santa Cruz pela Série B, indicou uma substância que não estava dentro daquela dos suplementos alimentares que eu tomava, uma quantidade baixíssima. A minha vida inteira tomei suplementos manipulados e nunca havia acontecido nada. Sou inocente. O julgamento, acabou reconhecendo a contaminação e achou que não fui cuidadoso suficiente em deixar um recipiente fechado de todos os produtos que eu consumia ou por não ter procurado uma farmácia exclusiva para atletas de alto rendimento. Nunca imaginei isso", explicou.

Pedro Ken se recupera de lesão e cumpriu quase a metade da pena, o retorno aconteceria na primeira rodada do returno, numa quarta-feira, 22 de agosto, contra o Santos, na Arena Castelão.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.