Após agressões

Diretoria do Fortaleza pede ainda mais apoio para torcida

Eduardo disse que o time está sendo cobrado, mas que repudia qualquer ato de agressão

Além da diretoria, integrantes do elenco e da comissão técnica também participaram do pronunciamento ( Foto: Thiago Gadelha )
18:30 · 17.07.2017 / atualizado às 19:58

Em pronunciamento na tarde desta segunda-feira (17), o presidente do Fortaleza, Luis Eduardo Girão, leu uma nota do clube em que repudia os atos de violência contra os jogadores do Leão no último domingo (16) e pediu ainda mais apoio para a torcida Tricolor. 

Com toda a comissão técnica, elenco e diretoria reunida, o presidente não chegou a mencionar se o time tomará alguma atitude para identificar os agressores. Nas suas palavras, Eduardo disse que o time está sendo cobrado, mas que repudia qualquer ato de agressão e que o momento era de dar apoio a todo o elenco na busca para subir de divisão. 

Atualmente, o Leão do Pici está na segunda colocação do Grupo A, mas amarga quatro partidas sem vitória na competição nacional. 

Reveja o pronunciamento do mandatário Tricolor:

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.