Aeroporto Pinto Martins

Delegação do Flamengo é hostilizada ao desembarcar em Fortaleza

Aos gritos de "time sem vergonha", grupo de torcedores ainda arremessou pipocas contra os jogadores

13:41 · 28.04.2018 / atualizado às 19:55
Flamengo em Fortaleza
Após hostilidades, delegação não falou com a imprensa ( Reprodução/Cahê Mota )
Flamengo em Fortaleza
Com pouca segurança, jogadores pediram maior proteção ao clube ( Reprodução/Cahê Mota )

Após enfrentar protestos no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, a delegação do Flamengo foi surpreendida e hostilizada novamente ao desembarcar no Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, no início da madrugada deste sábado (28).

Além de arremessar pipocas contra os jogadores, torcedores ainda insultavam os integrantes do clube carioca, aos gritos de "time sem vergonha".

No Rio de Janeiro, a cobrança contra a delegação foi ainda maior. Inclusive, o ônibus da equipe chegou a ser cercado e recepcionado com músicas de protesto pelos torcedores. 

O goleiro Diego Alves, acusado de ter atirado um copo de café contra o grupo no Rio, foi mais uma vez alvo preferido do protesto na capital cearense. 

Apesar de contar com a presença de seguranças particulares enviados pelo clube, além dos policiais presentes no aeroporto, a tensão iniciada no Rio de Janeiro fez com o que os jogadores se dirigissem ao ônibus somente após a chegada do Comando Tático Motorizado (Cotam), grupamento de operações especiais. 
 
Um dos poucos poupados no protesto, o meia Lucas Paquetá foi um dos últimos a entrar no ônibus, atendendo a pedidos de fotos. Durante o desembarque, os jogadores não quiseram falar com a imprensa.
 
Com pouca segurança, os jogadores pediram maior proteção ao clube. Para sair da área de desembarque, tiveram que aguardar cerca de 50 minutos.
 
Na última quinta-feira (26), a equipe também sofreu ataques no Galeão, após empatar - 0 x 0 - partida contra o Santa Fe, na Colômbia. 
 
Campeonato brasileiro 
 
A delegação que desembarcou em Fortaleza é formada por 23 jogadores, além do diretor executivo Carlos Noval. Neste domingo (29), o time enfrenta o Ceará, pelo Campeonato Brasileiro. A partida está marcada para acontecer no Castelão, a partir das 16 horas. Hoje (28), a equipe treina no estádio Alcides Santos, no Pici.
 
 
Com informações do Globo Esporte.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.