Ônibus cercado

Delegação do Flamengo é alvo de mais protestos no embarque para Fortaleza

Pega de surpresa, a delegação do Flamengo chegou ao local com pouca segurança

09:13 · 28.04.2018 por Folhapress
Treino Flamengo Protestos
O Ninho do Urubu, centro de treinamentos do Fla, também enfrentou manifestações nesta sexta-feira. ( Divulgação/Twitter )

A delegação do Flamengo que embarcou nesta sexta-feira (27) para Fortaleza enfrentou protestos no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro.

No local, um grupo de torcedores realizou mais protestos contra a equipe, a exemplo do que já vinha acontecendo nos últimos dias. Desta vez, o ônibus da equipe foi cercado e recebido com músicas de protesto.

> Jogadores reclamam de "clima pesado" no Flamengo

Pega de surpresa, a delegação do Flamengo chegou ao local com pouca segurança. O meia Diego era o mais visado pela torcida. Os jogadores não falaram com a imprensa.

A entrada para o saguão de embarque, feita por um acesso alternativo, foi palco de um grande empurra-empurra. Segundo o canal de TV Esporte Interativo, parte da torcida acusou o goleiro Diego Alves de ter atirado contra o grupo um copo de café. O aeroporto registrou algumas vidraças quebradas.

Na chegada ao Brasil nesta quinta-feira, após jogo na Colômbia contra o Santa Fe na véspera (empate em 0 a 0), a equipe já havia sido hostilizada no aeroporto. O Ninho do Urubu, centro de treinamentos do Fla, também enfrentou manifestações nesta sexta-feira.

O Flamengo viaja a Fortaleza para enfrentar o Ceará no domingo, pelo Campeonato Brasileiro. A partida acontece no Castelão e começa às 16h (horário de Brasília).

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.