Polêmica

Dal Pozzo desmente Ceará sobre 'comum acordo' em demissão

Treinador aproveitou para destacar o 'bom momento' que o clube vivia no Estadual e o seu alto aproveitamento de pontos

Gilmar Dal Pozzo afirma em nota que foi procurado e demitido por um dos funcionários do clube, o gerente de futebol Marcelo Segurado ( Foto: JL Rosa )
12:42 · 17.02.2017 / atualizado às 13:45
O ex-técnico do Ceará Sporting Club, Gilmar Dal Pozzo, disse em nota de esclarecimento que não saiu do Ceará em 'comum acordo' com o clube.  Na postagem em que informava a saída do treinador, o clube cearense afirmou que o desligamento foi decidido em conjunto com o profissional.
 
"Não houve comum acordo para minha saída como divulgado e por isso gostaria desse esclarecimento. Fui procurado pelo Gerente de Futebol Marcelo Segurado e comunicado que estava fora do projeto junto da minha comissão técnica", disse em nota.
 
Dal Pozzo aproveitou para destacar o 'bom momento' que o clube vivia no estadual e o seu alto aproveitamento de pontos. "Reitero a convicção de que o grupo foi montado de acordo com os objetivos propostos quando de minha contratação para ser campeão estadual e estava no caminho certo, liderando o Campeonato Cearense com 76,2% de aproveitamento, classificado antecipadamente para as quartas de final, com trabalho intenso".
 
Agradecimento
 
Dal Pozzo agradeceu o apoio que recebeu após ter sido ameaçado por torcedores no Aeroporto de Fortaleza. "Quero agradecer as mensagens solidárias recebidas por conta dos episódios lamentáveis em que fui envolvido. Amigos pessoais, diversos colegas de profissão, jogadores, torcedores de diversos times, até mesmo Clubes, como o Paysandu e a Chapecoense, funcionários do próprio Ceará, muitos jornalistas também. A estes peço a compreensão de não os ter atendido para entrevistas, porque o aspecto emocional foi bastante forte. Quando envolve agressão, preocupação da família e falta de humanidade, o sentimento fica aflorado. A partir da semana que vem estou à disposição", completou.
 
A reportagem do Diário do Nordeste procurou o Ceará. O clube não vai se posicionar sobre o fato.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.