GRÊMIO-SANTOS

Com dois de Maicon, Grêmio goleia o Santos na Arena

O tricolor gaúcho goleou o adversário Santos de 5 a 1 na quarta rodada do Brasileirão

21:48 · 06.05.2018 por FolhaPress

O Grêmio deu show, venceu e foi amplamente superior. Neste domingo (6), o time gaúcho contou com grande atuação de Maicon, autor de dois gols, para golear o Santos na Arena. Placar de 5 a 1 pela quarta rodada do Brasileirão, e um rendimento digno de aplauso. Completaram a vitória: Everton, Arthur e André. Jean Mota fez para o Santos.Com 7 pontos, o Tricolor pula para o 4º lugar na classificação. Já o Santos fica com apenas três pontos e ronda a zona de rebaixamento. Com os titulares, o Grêmio não perde desde março.

A construção da vitória gremista se deu após superar uma retranca santista e acabou com a torcida gritando 'olé' a partir dos 20 minutos do segundo tempo dado rendimento avassalador do time de Porto Alegre.

Maicon foi o jogador que mais se destacou no jogo. O volante gremista não só foi sólido na defesa, conseguiu trocar bons passes, mas também foi protagonista nos gols. Primeiro porque fez um golaço, de fora da área, no ângulo, abrindo o marcador. E depois por participar trocando passes com Luan da jogada do segundo gol gremista. Não contente, marcou mais um no segundo tempo.

Sumido no jogo, Gabigol pouco tocou na bola. Isolado, com o Santos sem posse de bola, o acante apareceu eventualmente em jogadas individuais esporádicas.Marcelo Grohe voltou a levar um gol após quase 10 jogos. Foram 870 minutos sem ser vazado, marca pessoal atingida pelo goleiro gremista e encerrada com gol de Jean Mota, do Santos.

O Santos teve uma conduta simples durante o jogo. Se fechou sempre que conseguiu e assim que recuperou a bola procurou Rodrygo e Gabigol. O primeiro foi que conseguiu criar as principais jogadas santistas, inclusive teve participação no gol de Jean Mota.

Renato Gaúcho repete sempre que possível que o Grêmio tem sua forma de jogar e não altera independente do adversário. Abraça a posse de bola, tenta achar espaços trocando passes e cria chances. Joga para frente, forçando o adversário a se abrir. E foi exatamente assim que ele montou a equipe neste domingo. Por mais que o Grêmio tenha cruzado e batido de fora da área mais do que está acostumado, teve 67% de posse no primeiro tempo e foi soberano em sua forma.

Jair Ventura montou uma retranca. Sem vergonha de se defender, tentou ganhar tempo sempre que pôde, abusou do contra-ataque. Mas é difícil segurar o Grêmio e precisou abandonar este formato, o que não deu certo e o clube gaúcho fechou a partida em 5 a 1.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.