Talento da Terra

Com 2 atletas cearenses, Brasil terá 5 duplas em etapa chinesa do vôlei de praia

Hevaldo e Carol Horta avançaram no qualifying, ao lado de seus parceiros Oscar e Maria Elisa, respectivamente

13:59 · 20.04.2017 por Estadão Conteúdo
Carol Horta
Carol Horta foi medalhista de bronze no Pan de Toronto, em 2015 ( Foto: CBV )

O Brasil será representado por cinco duplas na etapa de Xiamen, na China, do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Nesta quinta-feira, Maria Elisa/Carol Horta e Oscar/Hevaldo avançaram no qualifying se somando a Bárbara Seixas/Fernanda Berti, Josi/Lili e Juliana/Carol Solberg nas chaves do torneio de nível três estrelas. 

Maria Elisa e Carol Horta se garantiram no torneio feminino do evento em Xiamen com o sofrido triunfo sobre as belgas Katrien Gielen e Liesbeth Mouha por 2 sets a 1, com parciais de 21/10, 18/21 e 15/13. 

"Este time não jogou na temporada passada, então não tínhamos informações sobre elas, mas conseguimos superar essas adversidades. Estou muito orgulhosa da minha parceira que foi muito bem na virada de bola, no bloqueio e no saque. Foi nosso primeiro torneio na temporada internacional e viajamos muito longe, estávamos cansadas, mas ainda assim deu tudo certo”, comentou Maria Elisa.

A competição em Xiamen é disputada no sistema mata-mata. E as primeiras adversárias das duplas brasileiras já estão definidas. Juliana e Carol Solberg enfrentarão as espanholas Lobato e Fernandez Navarro, Bárbara Seixas e Fernanda Berti duelarão com as chinesas Xia e Wang, Maria Elisa e Carol Horta medirão forças com as polonesas Kolosinska e Gruszczynska, enquanto Josi e Lili vão encarar as norte-americanas Dicello e Stockman.

Já Oscar e Hevaldo serão os únicos representantes brasileiros na chave masculina após se classificarem com o triunfo sobre os israelenses Faiga e Hilman por 2 sets a 1, com parciais de 21/12 16/21 e 15/13. Na primeira rodada, eles terão pela frente Júlio e Ahmed Tijan, do Catar.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.