Série A

Ceará perde para o Vitória e segue na penúltima colocação da Série A

Vovô conquistou apenas três pontos em 18 disputados

O Alvinegro chegou a empatar a partida, mas sofreu o revés com Neilton, de pênalti ( Foto: divulgação/Vitória )
13:07 · 20.05.2018 / atualizado às 13:41

O Ceará segue sem vencer na Série A. Jogando contra o Vitória no Estádio Barradão, em Salvador/BA, o Alvinegro perdeu por 2 a 1 neste domingo (20), em partida válida pela sexta rodada do Brasileirão. Os gols foram marcados por Wallyson e Neilton para os donos da casa, enquanto Wescley descontou. 

Apesar de se tratar do início do campeonato, a carga já é de tensão em Porangabuçu. Ocupando apenas a penúltima colocação com três pontos conquistados em 18 disputados, o time de Chamusca segue pressionado por atuações mais convincentes. O desempenho no Nordestão também preocupa, onde a equipe apenas empatou com o CRB por 3 a 3, na partida de ida das quartas de final.

A próxima partida do Alvinegro é quarta (23) contra o time alagoano, às 19h, na Arena Castelão, em jogo válido pelo Nordestão. Já no torneio nacional, o Vovô entra em campo apenas domingo (27), para enfrentar o Grêmio, no mesmo horário e local. 

Enquanto isso, o enredo foi diferente para o Vitória, que precisava do triunfo para fugir do Z4 e afastar a crise já instaurada na equipe. O placar deixou o time baiano provisoriamente na 10ª colocação, com 7 pontos ganhos. O próximo adversário será o Sampaio Corrêa, nesta quinta (24), no Estádio Barradão, em Salvador/BA, também pelas quartas da Copa do Nordeste. No Brasileirão, o time enfrenta o Botafogo no domingo (27). O jogo acontece às 16h, no Engenhão, Rio de Janeiro. 

O jogo

Pressionado pela ausência de resultados, Chamusca armou a equipe com quatro peças novas no plantel titular: Samuel Xavier, Eder Luís, Romário e Rafael Pereira. Deixando Pio na reserva.

Alterações dentro do esquema 4-3-3 que até deixaram o time mais leve. No entanto, o Vovô era previsível coletivamente, enquanto o Vitória segurava suas linhas de marcação, aguardando o talento de Neilton para ligar um contra-ataque.

Com as estratégias desenhadas, o perigo surge aos 8, com chute de Zé Welison. Do outro lado, o Ceará até executava infiltrações com Wescley e Eder Luís, que não definiam as jogadas. Richardson e Juninho também tentaram arremates de fora da área.

Na tática, surge o gol do rubro-negro aos 20. Neilton, enfim, consegue lançamento em profundidade para Wallyson chutar sem chances de defesa: 1 a 0 no Barradão. O panorama do jogo permaneceu sem modificação, salvo por um arremate de Élton, que exigiu defesa de Elias, aos 25.

Para a etapa final, o Vovô lançou Felipe Azevedo e Hyuri no gramado. A postura foi totalmente diferente, com a equipe encurralando o Vitória e propondo mais as ações.

O empate quase surgiu aos 5, quando Hyuri isolou uma bola, livre dentro da área. Melhor em campo, Wescley também levou perigo aos 20, em chute de intermediária. O lance foi um prelúdio do que viria logo a seguir, uma pintura. Seis minutos depois, aproveitando um bate-rebate, ele domina no peito e finaliza de fora da área, chegando ao seu segundo gol no Brasileirão.

O placar então deixou o Vitória atordoado, enquanto o volume alvinegro crescia. Wescley teve a chance de desempatar aos 37, quando arrancou e chutou para defesa de Elias. Então, no minuto seguinte, o lance capital: penalidade para o Vitória. Lucas Fernandes é derrubado por Éverson dentro da área e Neilton cobra firme: 2 a 1.

Já no apagar das luzes, a esperança alvinegra volta a dar sinais. Élton teve a chance de sair como heroi aos 49, mas o atacante, sozinho na grande área, manda para fora. Fim de papo no Barradão.

Ficha Técnica

Vitória 2 x 1 Ceará

Competição: 6ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro

Data: 20/05/2018

Horário: 11 horas

Local: Estádio Barradão, em Salvador/BA

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique/RJ

Assistentes: Michel Correia/RJ e Silbert Faria/RJ

Gols: Wallyson - 20´/1º T (1-0); Wescley - 37´/2ºT (1-1); Neilton- 39’/2ºT (2-1)  

Cartões: Kanu (V), Jeferson (V) e André Lima (V)

Renda: R$ 101.934,00

Público: 8.371 pagantes

Vitória: Elias; Lucas (Guilherme), Kanu, W. Maia e Jeferson; Willian Farias, Zé Welison e Rhayner (Rodrigo Andrade); Neilton, André Lima (Lucas Fernandes) e Wallyson. O treinador é Vagner Mancini.

Ceará: Éverson; Samuel Xavier (Pio), Luiz Otávio, Rafael Pereira, Romário; Juninho, Richardson (Hyuri) e Ricardinho; Wescley, Élton e Éder Luís (Felipe Azevedo). O técnico é Marcelo Chamusca.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.