Favoritismo

Botafogo tenta evitar surpresa contra rival em crise para seguir na Sul-Americana

O time carioca pode até perder por 1 a 0 no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, às 21h45, que estará classificado para a segunda fase da Copa Sul-Americana

Botafogo tenta evitar surpresa contra rival em crise para seguir na Sul-Americana ( Foto: Divulgação )
10:25 · 09.05.2018 por Estadão Conteúdo

O Botafogo entra em campo com todo o favoritismo para encarar o Audax Italiano nesta quarta-feira. Não bastasse a crise vivida pelo adversário, o time carioca pode até perder por 1 a 0 no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, às 21h45, que estará classificado para a segunda fase da Copa Sul-Americana.

O placar de 2 a 1 conquistado de virada, em Santiago, no dia 12 de abril, deixou o Botafogo em ótimas condições para decidir a classificação em casa. De lá para cá, a equipe ainda tinha emendado três partidas seguidas sem derrota no início do Campeonato Brasileiro - dois empates e uma vitória -, o que deixava o torcedor ainda mais animado.

A primeira derrota no Brasileirão veio somente no último domingo para o Cruzeiro, em Belo Horizonte. Imediatamente após a queda por 1 a 0, no entanto, os próprios jogadores alvinegros minimizaram o placar e trataram de exaltar o bom momento da equipe.

Afinal, se o Botafogo vem de um título carioca, o rival desta quarta-feira está em péssima fase. O Audax Italiano briga contra o rebaixamento no Campeonato Chileno - é 14.º, com os mesmos sete pontos de Everton e Deportes Temuco, que hoje estariam na segunda divisão - e venceu somente uma partida oficial este ano.

Os números da equipe, aliás, assustam. Em 2018, foram oito derrotas e quatro empates em 13 partidas oficiais. Para piorar, não contará no Rio de Janeiro com o atacante Loco Abreu, ídolo botafoguense. O veterano uruguaio foi afastado por indisciplina depois de se irritar com as críticas e atirar uma mesa na direção da própria torcida no empate por 0 a 0 com o Antofagasta no dia 28 de abril.

Se todos os fatores parecem estar a favor do Botafogo, os jogadores pediram bastante atenção para evitar qualquer surpresa. "Não podemos ficar visando o momento do outro time, nem nos acomodar. Vamos tentar vencer. A gente não pode se encarar como favoritos. Temos que trabalhar com muita humildade" declarou o lateral-direito Marcinho.

Para o confronto, o Botafogo não poderá contar com o reforço João Pedro, vindo do Atlético Paranaense, que não está inscrito na Copa Sul-Americana, e nem com o goleiro paraguaio Gatito Fernández, ainda desfalque por uma lesão no pulso. O técnico Alberto Valentim deve manter a base que vem escalando nas últimas partidas.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.