Copa do Mundo

Alemanha pede desculpas à Suécia por comemoração efusiva

Ao fim da partida, membros da delegação alemã foram até o banco sueco para festejar

09:25 · 24.06.2018 / atualizado às 09:26 por AFP

A Alemanha pediu desculpas à Suécia pelos incidentes ao fim da partida de sábado da Copa do Mundo da Rússia, em Sochi, onde integrantes da seleção alemã comemoram o gol da virada (2-1) nos acréscimos em frente ao banco do adversário, o que irritou os nórdicos.

"Era uma partida cheia de emoção. No fim, qualquer reação ou gesto de nossa comissão técnica em direção ao banco sueco foi emocional demais. Não é nossa maneira de fazer as coisas", escreveu a Mannschaft em sua conta no Twitter, uma mensagem concluída com "Ursäkta!" (Perdão, em sueco).

O técnico alemão, Joachim Löw, sempre insistiu que o respeito ao adversário e aos árbitros é uma das identidades de sua equipe.

Ao fim da partida, quando a Alemanha acabava de virar a partida com um gol de Toni Kroos aos 5 minutos dos acréscimos, membros da delegação alemã foram até o banco sueco para festejar.

Os suecos se irritaram com o gesto e o técnico nórdico, Janne Andersson, criticou a atitude dos alemães, que "correram até nossa zona fazendo gestos sob nossos narizes".

Löw não quis entrar em polêmica após a partida.

"Não vi tal coisa", declarou o técnico da Alemanha. "Após o apito final estávamos concentrados em outras coisas. Estávamos festejando. Não vi nenhum gesto para o banco da Suécia".

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.