série b

Obsessão pela vitória

Fortaleza encara o lanterna da Série B, o Sampaio Corrêa/MA, no Castelão, com um forte desejo de vitória, fora

00:00 · 14.09.2018 / atualizado às 00:51 por Ivan Bezerra - Repórter
Gustavo Henrique
Artilheiro Gustavo poderá dar uma boa colaboração para a vitória ( Foto: JL Rosa )

O gosto amargo de perder para o Goiás, empatar com o Figueirense/SC e ser derrotado pelo Criciúma/SC, na última rodada da Série B ainda reverbera na mente dos jogadores do Fortaleza, mas, o carinho da torcida, ao lotar o Aeroporto Pinto Martins, no embarque para São Luís, deixou uma forte esperança de recomeço. Com a motivação vinda dos seus torcedores e pela obrigação que se impõe pela frente, o Leão do Pici não tem outra escolha se não buscar vencer o Sampaio Corrêa/MA, hoje às 21h30 na Estádio Castelão de São Luís, pela 27ª rodada da competição.

Uma motivação extra para os tricolores foi o fato de que o time se mantém na liderança, por conta da derrota do CSA/AL para o Vila Nova/GO, embora a distância para os alagoanos, vice-líderes, seja de apenas um ponto, 47 a 46, pró-Fortaleza.

Sequência

O Tricolor do Pici necessita muito vencer o Sampaio Corrêa, pois se isso ocorrer, a equipe cearense terá dois jogos em casa, na sequência, podendo abrir nove pontos, na teoria. Após o Sampaio, o Leão recebe o Vila Nova/GO no próximo dia 21, às 21h30 na Arena Castelão e no dia 25 será a vez de encarar o São Bento/SP. É uma oportunidade que se abre para retomar a "gordura".

Os sites especializados em estatística do Campeonato Brasileiro, como o Chance de Gol, por exemplo, aponta o Leão com 91.2% de chances de conseguir o acesso à Série A, entretanto, todos sabem no clube que a soma jogo a jogo é que continua imperando para esse objetivo.

O Tricolor do Pici caiu de rendimento no segundo turno, estando com 47.6% de aproveitamento no returno, embora no geral, ainda seja o líder.

Para o meia Dodô, o Fortaleza, o momento é de virar a página, sem se preocupar muito com os adversários: "Acho que chegou a hora da recuperação. A gente acabou vacilando em alguns jogos, os quais poderíamos ter vencido. Então, esse jogo é muito importante e chegou a hora de voltar a vencer", disse ele.

O fato de o Sampaio vir na última colocação não é visto como vantagem para o Fortaleza, na opinião de Dodô: "A gente sabe que é difícil, jogar fora de casa contra o Sampaio, mas não existe jogo fácil na Série B, mas estamos preparados e vamos procurar jogar bem e vencer novamente", acrescentou.

Para chegar à vitória, o time orientado pelo técnico Rogério Ceni vai ter de se empenhar muito, visto que a equipe ainda conta com desfalques importantes. O volante Nenê Bonilha recuperou-se de estiramento muscular, mas ainda não está bem fisicamente; o meia Marlon, com edema na coxa, também fica de fora; os volantes Ígor Henrique e Pablo, que foram titulares na partida anterior, foram expulsos contra o Criciúma/SC e o zagueiro Diego Jussani recebeu o terceiro cartão amarelo e fica ausente.

Retornos

Rogério Ceni deverá promover o retorno do zagueiro Roger Carvalho para a vaga de Diego Jussani e o reaparecimento de Derley no setor de volantes.

Como sempre faz mistério na escalação, o treinador tem várias situações para confirmar o restante da equipe, como por exemplo: poderá entrar com três zagueiros, Roger Carvalho, Adalberto e Ligger; ou simplesmente entrar com três atacantes, Romarinho, Gustavo e Marcinho ou Ederson, Gustavo e Marcinho.

Sampaio Corrêa

O Sampaio Corrêa, dirigido pelo técnico Marcinho Guerreiro, está há sete jogos sem vencer em casa, o que tem complicado a missão de sair da zona de rebaixamento. Dessa maneira, todos estão ávidos por derrotar justamente o líder, para sair da incômoda situação.

Marcinho Guerreiro, no entanto, tem problemas para escalar o time frente aos leoninos, visto que, está com vários desfalques, especialmente no setor de defesa. De uma vez só, a Bolívia Querida ficou sem cinco zagueiros: Odair Lucas, Maracás e Fredson estão todos suspensos por conta de cartões; para completar, Joécio e Rogério estão em tratamento médico.

O treinador do Sampaio vai improvisar alguns atletas. Assim sendo, ele escalará os volantes César Sampaio e Silva como zagueiros. Outra mudança é a entrada do volante William Oliveira no posto de Adilson Goiano, também punido. Fernando Sobral, já conhecido dos cearenses, está mantido no meio-campo.

arte

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.