Lesões

O pesadelo da pré-temporada

Surgimento de lesões nos atletas de Ceará e Fortaleza em período de pré-temporada é um desafio para os clubes

00:00 · 12.01.2018 por Vladimir Marques e Ivan Bezerra - Repórteres

Um dos maiores temores de um jogador é se ausentar dos gramados por uma lesão. Em esporte como o futebol, de alto-rendimento, carga física pesada e contato constante, os atletas de futebol estão sujeitos a problemas clínicos, como lesões, contusões, cirurgias, mesmo com todo investimento e preparação dos clubes na prevenção delas.

E a pré-temporada é o período mais crítico e propício a lesões pela volta da carga física de trabalho após as férias dos jogadores, visando a condicionar os elencos para a carga pesada de jogos no insano calendário brasileiro. E antes até de entrarem em campo, Ceará e Fortaleza já tiveram baixas importantes nos treinos de pré-temporada: no Vovô, o atacante Romário teve lesão de ligamento do joelho direito constatada ontem, fará cirurgia em 10 dias e ficará fora dos gramados por cerca sete meses. Além dele, o zagueiro Rafael Pereira foi diagnosticado com edema ósseo e ficará fora por seis semanas. Já no Leão, o zagueiro Adalberto teve lesão no menisco medial do joelho esquerdo e desfalcará o clube tricolor por quatro semanas.

O chefe do departamento médico do Alvinegro, Gustavo Pires, analisou o risco de lesões na pré-temporada. "A intensidade é muito forte na pré-temporada. Bem mais forte que no meio ou no fim. Por incrível que pareça, as lesões mais comuns são as musculares e elas ainda não aconteceram na pré-temporada do clube. Até agora, no Ceará tivemos mais lesões articulares".

Em seguida, Pires esclareceu a grave lesão tida pelo atacante Romário e explicou que esse tipo de trauma é de difícil prevenção, estando mais para uma fatalidade. "O Romário foi vítima de uma entorse e ela é sempre uma fatalidade. É difícil prevenir, por mais que se tente. Até a FIFA mesmo tem alguns exercícios que pudessem prevenir ou melhorar a estabilidade articular de tornozelo e joelho, que são as articulações mais afetadas por entorses, mas até hoje não se chegou ao consenso de prevenção. Na verdade entorse é acidente, é trauma".

O departamento médico do Vovô tem feito trabalhos específicos para evitar lesões. Além de realizar uma bateria de avaliações clínicas, na última quarta, o elenco participou de um protocolo chamado FMS, com tradução livre para Avaliação Funcional do Movimento. Os testes realizados serviram para identificar possíveis limitações do movimento saudável do corpo e, após isso, desenvolver estratégias para combater futuras lesões ou dores musculares.

Cirurgia

O zagueiro Adalberto deu um carrinho no gramado do CT Ribamar Bezerra e torceu o joelho esquerdo, ocasionando a lesão no menisco medial e lateral. Foi operado pela equipe do cirurgião Hildemar Queiroz, formada por Rafael Veras, Rômulo Férrer e Fagner Muniz.

O atleta do Tricolor passará uma semana usando muletas e fazendo fisioterapia.

Os fisioterapeutas do Fortaleza, Albino Luciano e Egberto Oliveira, citaram algumas das principais lesões que acometem os atletas nesse momento do ano: "Sem dúvida nenhuma, as lesões que mais acometem mais os atletas em início de temporada são as musculares, de posterior de coxa e de panturrilhas, são as que mais acometem os jogadores", disse Egberto Oliveira.

"É normal, os atletas chegarem um pouquinho acima do peso, do período de férias e as principais lesões que podem os acometer são as articulares, devido ao próprio peso, ou as lesões de contato e a nutrição entra com alguns nutrientes para prevenir", disse Rafael Rabelo, nutricionista do clube.

O que eles pensam

Lesões na pré-temporada

"A intensidade é muito forte na pré-temporada e as lesões mais comuns nesse período são as musculares e elas ainda não aconteceram. Até agora, no Ceará tivemos mais lesões articulares. O Romário foi vítima de uma entorse e ela é sempre uma fatalidade, um trauma por acidente. É difícil prevenir, por mais que se tente. Até a FIFA realizou estudos que pudessem prevenir ou melhorar a estabilidade articular de tornozelo e joelho, que são as articulações mais afetadas por entorses, mas até hoje não se chegou ao consenso de como prevenir".

Gustavo Pires
Médico do Ceará

"Normalmente, as lesões musculares, as entorses e os traumas diretos são as principais ocorrências em atletas no período de pré-temporada. Para as lesões musculares, a gente tem como prevenir, com a avaliação dos níveis de força, para que através dele, a gente não venha a exigir o que o atleta não poderá suportar. Nós tivemos poucas no atual elenco. Temos o Edinho que estava com estiramento muscular, mas ainda vindo do CSA, onde ele estava. O Adalberto teve um trauma no joelho, que é imprevisto, pois ele prendeu o pé, acidentalmente".

Albino Luciano
Coordenador de fisioterapia do Fortaleza

Image-0-Artigo-2349015-1

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.