etapa brasileira

Mundial de Surfe: cearense faz bonito

Com uma grande atuação, o surfista Michael Rodrigues venceu as duas baterias que disputou no mundial

Na sequência, o cearense da Praia do Futuro mandou para casa o português Frederico Morais em uma bateria eletrizante, em que Michael mostrou todo o seu talento e inteligência ( Foto: Danien P/divulgação )
00:00 · 16.05.2018 / atualizado às 16:02

O esporte cearense foi bem representado ontem na etapa brasileira do Mundial de Surfe, que está sendo realizada no Rio de Janeiro. O surfista cearense Michael Rodrigues venceu duas baterias na competição e avançou junto com outros brasileiros.

Abrindo os trabalhos na 7ª bateria da repescagem, Michael despachou o surfista australiano Matt Wilkinson e avançou para o round 3 da competição. Michael mostrou muita segurança e competitividade para superar o experiente australiano que já compete no Dream Tour desde 2016.

Na sequência, o cearense da Praia do Futuro mandou para casa o português Frederico Morais em uma bateria eletrizante onde Michael mostrou todo o seu talento e inteligência, usando a prioridade a seu favor e executando manobras progressivas para vencer sua segunda bateria no dia.

Bom nível

A bateria começou forte, com Michael recebendo nota 7,27 em sua primeira onda e o português Frederico Morais respondendo com 8,17 em um belo tubo. Só que depois ele não conseguiu surfar nenhuma outra onda boa e o brasileiro ainda somou um 6,43 de um aéreo para vencer por 13,70 a 11,07 pontos.

"Foi uma manhã difícil pra mim, fui esmagado por algumas ondas, mas agora me sinto bem melhor e pronto para as próximas", disse Michael Rodrigues. "Hoje (terça-feira) aqui está muito parecido com Florianópolis (cidade que ele mora) com esse tipo de vento e tipo de onda. Essa minha prancha nem é muito boa para dar aéreo, mas trabalhou bem, está boa para tubo, manobras e aéreo, então estou feliz por ter escolhido ela e ter dado tudo certo", finalizou.

Demais brasileiros

Com as várias eliminações do dia, agora, o campeão mundial Gabriel Medina e Filipe Toledo são os principais concorrentes para tirar a liderança do ranking do australiano Julian Wilson nesta quarta etapa do World Surf League Championship Tour.

Além dos dois paulistas, de Yago Dora e do cearense Michael Rodrigues, o pernambucano Ian Gouveia também venceu sua baterias nas direitas da Barrinha na terça-feira e todos vão disputar vagas para as quartas de final.

Hoje, a competição deve retornar ao seu palco principal, a Praia de Itaúna.

Dos cinco brasileiros classificados, dois já estão garantidos nas quartas de final, pois a bateria que vai abrir a quarta fase ficou 100% verde-amarela, entre Filipe Toledo, Ian Gouveia e Michael Rodrigues. Os dois primeiros colocados avançam e o terceiro termina em nono lugar na etapa.

Gabriel Medina vai enfrentar dois havaianos na terceira classificatória para as quartas de final, Sebastian Zietz e Ezekiel Lau. "É muito bom surfar em casa, com a torcida dando todo esse suporte", disse Medina. (Por George Noronha, enviado ao Rio de Janeiro)

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.