Mais do que uma vitória - Jogada - Diário do Nordeste

Copa do Brasil

Mais do que uma vitória

Com Castelão lotado, Ceará impõe ritmo alucinante no início do 1º tempo, ganha o jogo e elimina o Internacional

00:00 · 14.08.2014
Magnata marcou duas vezes e foi novamente um dos destaques do Vovô ( Foto: Kiko Silva )

Adeus, síndrome do Castelão lotado. Jogando como se fosse uma decisão, o ceará marcou 3 a 1 no Internacional, ontem, e está classificado para as oitavas de final da copa do Brasil.

"Soubemos jogar. Na hora que tivemos de atacar, atacamos, na hora de segurar, seguramos. Todos estão de parabéns", resumiu o técnico Sérgio Soares.

Não seria exagero dizer que com 20 minutos de partida, o Ceará poderia ter feito três gols. Com uma marcação incrível, em cima, sem dar espaço para o adversário, a equipe alvinegra teve quatro boas oportunidades no início e deixou uma na rede.

Logo aos nove minutos, dida bateu o tiro de meta curto para o zagueiro Paulão, mas Bill chegou rápido, roubou a bola e tocou para Magno Alves. O camisa 11 foi pra dentro da área, esperou o goleiro colorado sair e tocou para o fundo das redes.

A vitória parcial não diminuiu a intensidade do Ceará. Pelo contrário, parecia até que era o time alvinegro que estava atrás no placar. Além da forte marcação, os alvinegros ainda tinham fôlego para atacar e assustar o rival.

Mudança

Na etapa final, foram os gaúchos que voltaram com tudo. Em oito minutos já haviam finalizado quatro vezes e por pouco não empataram. Porém, a equipe alvinegra se ajustou e voltou a se posicionar melhor. Numa descida pela esquerda, Hélder Santos (que entrara no lugar de vicente, no intervalo do jogo), bateu cruzado, Bill se esticou todo e fez o segundo, 2 a 0.

Quatro minutos depois, num vacilo da zaga alvinegra, rafael moura puxou contra-ataque e deixou a bola livre para valdívia, que apenas tocou para o gol vazio, diminuindo o placar.

Mas Magno Alves acabou com a reação do rival aos 37 minutos. O magnata marcou um golaço. O 27º dele na temporada, empatando com robert, na artilharia do brasil em 2014.

Depois do gol, a torcida começou a gritar "olé" e o ceará só administrou o resultado esperando o apito final para celebrar.

Cota e renda milionária à vista para a próxima fase

Além de garantir presença entre os 16 melhores times da Copa do Brasil (os 10 classificados e mais os seis clubes que disputaram a Libertadores), o Ceará recebe da CBF uma cota de participação no valor de R$ 530 mil.

Com a perspectiva de mais um gigante do futebol brasileiro vir a ser o próximo adversário (Corinthians, Flamengo, Atlético/MG, Palmeiras, Cruzeiro ou Grêmio são alguns dos possíveis rivais), muito provavelmente a torcida do Ceará deve, outra vez, proporciona um grande público na Arena Castelão como o diante do Internacional. A renda de mais de R$ 1 milhão, com quase 50 mil pessoas, tem tudo para se repetir.

Vale lembrar que a equipe cearense já arrecadou nesta Copa do Brasil R$ 750 mil pelas três fases disputadas (R$ 160 mil na primeira, R$ 160 mil na segunda e R$ 430 mil na terceira).

Sorteio

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já anunciou que o sorteio para definição dos confrontos da 4ª Fase da Copa do Brasil será realizado na próxima segunda-feira, dia 18, além do adversário, o Vovô também saberá se a partida de ida será realizada no Castelão ou longe da capital cearense. Nas três etapas anteriores do Torneio, o time alvinegro atuou sempre como mandante na partida de volta.

Mário Kempes
Subeditor
 
Arte