série a

Fla-flu termina empatado

Flamengo consegue empate no último minuto contra o Fluminense e alivia pressão

O resultado não foi bom para nenhuma das equipes. O Fluminense chegou à quarta partida sem vitória e segue nas posições intermediárias e o Flamengo continua sem engrenar na competição nacional ( Foto: Flamengo/Divulgação )
00:00 · 19.06.2017
Clique para ampliar

Um gol aos 49 minutos do segundo tempo garantiu, ontem, no Maracanã, o empate por 2 a 2 no clássico entre Fluminense e Flamengo, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Em um jogo movimentado, especialmente no 2º tempo, a equipe de Abel Braga parecia que encerraria a incômoda sequência sem vitórias. Até o chute preciso de Trauco garantir a igualdade ao time de Zé Ricardo.

O Flu abriu o placar com Wendel, aos 36 minutos do primeiro tempo. Diego empatou aos nove e Henrique Dourado, aos 35, colocou o tricolor novamente em vantagem. Trauco, aos 49 minutos do segundo tempo deu números finais ao jogo.

O resultado, contudo, não foi bom para nenhuma das equipes. O Fluminense chegou à quarta partida sem vitória e segue nas posições intermediárias da tabela de classificação, com os mesmos 11 pontos do Flamengo, que continua sem engrenar na competição nacional.

Pelo Brasileirão, o Fluminense volta a jogar novamente na quarta-feira, contra o Avaí, na Ressacada, em Florianópolis. Já o Flamengo enfrenta a Chapecoense na quinta-feira, no estádio Luso Brasileiro, agora apelidado de Ilha do Urubu, no Rio.

Vitória para acalmar

O Palmeiras, finalmente, somou pontos como visitante neste Campeonato Brasileiro. E foi em grande estilo. Com gols de Roger Guedes, Keno, Mina e Willian, o atual campeão brasileiro derrotou o Bahia por 4 a 2, em Salvador, impôs ao adversário a sua primeira derrota na Fonte Nova e se afastou das últimas colocações.

A vitória leva o Palmeiras aos dez pontos e distancia o time da zona de rebaixamento.

Atlético (MG) vence

Já o São Paulo sofreu sua primeira derrota no Morumbi ao perder para o Atlético-MG por 2 a 1, em uma tarde no qual o seu sistema defensivo falhou. Em casa, o time não tinha tomado gols no estádio na competição, mas, com uma atuação ruim atrás, principalmente com erros de Lucão, caiu diante do adversário de Belo Horizonte.

O triunfo foi muito importante para o Atlético-MG, que chegou aos nove pontos e deixou a zona de rebaixamento. Já o time são-paulino estacionou nos dez pontos e desceu para a segunda metade da tabela após abrir o dia projetando a sua entrada no grupo dos seis primeiros.

Empate e violência

As seis vitórias seguidas do Corinthians no Brasileiro tiveram uma interrupção na manhã de ontem. A equipe do técnico Fábio Carille continua como a única invicta da competição depois de ter empatado em 0 a 0 com o Coritiba, no Couto Pereira. Por outro lado, o tropeço abre o risco de o Grêmio tomar a liderança caso vença nesta segunda-feira o Cruzeiro, no Mineirão.

A manhã de futebol foi atrapalhada pela violência entre as torcidas. Por volta das 8h30 da manhã, o ônibus com torcedores do Corinthians errou o caminho de acesso ao estádio e entrou em uma rua onde a torcida do Coritiba estava concentrada. Câmeras da rua mostram imagens do conflito, que resultou na agressão de pelo menos cinco corintianos.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.