ufc

Esperança no retorno de Pitbull e adeus para Belfort

Retorno do cearense Thiago Pitbull e despedida de Vítor Belfort movimentam o domingo no Ultimate

Com relevantes serviços prestados, o cearense Thiago Pitbull Alves e o fenômeno Vítor Belfort são dois dos lutadores mais respeitados do UFC, a maior organização de MMA do mundo ( Fotos: UFC/Divulgação )
00:00 · 13.01.2018 por Irailton Menezes - Repórter

Dois dos principais lutadores do UFC (Ultimate Fighting Championship) estarão em ação neste domingo, 14, em St. Louis (EUA), a partir das 20 horas (de Fortaleza), por dois motivos diferentes. Por um lado, Vítor Belfort fará sua despedida do octógono ao encarar o americano Uriah Hall.

Do outro, o cearense Thiago Pitbull retorna ao cage para provar que ainda pode ser, outra vez, um desafiante ao cinturão da categoria dos meio-médios da organização.

Vítor já disse, em entrevista, que pretende se dedicar a outros trabalhos, depois que cumprir seu contrato com o UFC. Consolidado com um dos principais nomes da história do esporte, ele considera que o MMA está no seu sangue, e que mesmo fora de ação seguirá atuando para formar novos atletas. "Eu amo tudo isso. Vou continuar envolvido, mas sem atuar. Creio que esse esporte faz parte da minha vida e vou continuar me dedicando a ele, mesmo sem competir", disse o fenômeno.

Mas o último compromisso de Vítor Belfort será um verdadeiro 'teste de fogo'. Hall é considerado um dos lutadores mais temidos da organização e vai querer carimbar a despedida do brasileiro. Em tom de respeito, ele falou sobre o desafio. "Ele é perigoso e também é uma lenda, estou honrado em dividir o octógono com um dos melhores. É mais uma oportunidade de crescer como artista marcial", disse o americano, que enfrenta Belfort na co-luta principal do evento.

Confiante

Quem está mesmo de bem com a vida e confiante em mais uma vitória é o cearense Thiago Pitbull, que enfrenta o americano Zak Cummings no card preliminar. Sem lutar desde abril de 2017, quando venceu Patrick Cote por decisão unânime, ele vê o novo desafio como mais um degrau para chegar novamente a ser desafiante em sua categoria (peso-meio-médio). "Vou estar preparado para aproveitar qualquer situação que ele me der. Estou bom em pé e no chão, acho que nunca estive tão bem na minha carreira. Esse é o Pitbull mais completo até hoje, estou bem fisicamente e o peso está sob controle, então estou bem confiante e preparado para a guerra. Não tem mais luta fácil no UFC, todo mundo quer ser campeão", falou o cearense em entrevista ao Canal Combate.

Thiago acredita que um triunfo sobre Cummings o fará disputar outra grande luta contra um dos lutadores mais promissores da atualidade. "Estou vindo de vitória e tenho certeza que vou ganhar essa luta também. Depois que passar, gostaria de lutar com o vencedor da luta do Cowboy com o Yancy Medeiros, acho que é uma luta boa", concluiu o experiente lutador que também atua como técnico na renomada American Top Team.

Lutas

UFC St. Louis (EUA)

Card princial (1h, no horário de Brasília):

Jeremy Stephens x Doo Ho Choi

Uriah Hall x Vitor Belfort

Paige VanZant x Jessica-Rose Clark

Kamaru Usman x Emil Meek

Prelimiar (21h, no horário de Brasília):

Darren Elkins x Michael Johnson

James Krause x Alex White

Matt Frevola x Marco Polo Reyes

Thiago Alves x Zak Cummings

Kalindra Faria x Jessica Eye

Talita Bernardo x Irene Aldana

Danielle Taylor x JJ Aldrich

Mads Burnell x Michael Santiago

Kyung Ho Kang x Guido Cannetti

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.