coluna

Vai Encarar: UFC Rio 9 confirmado!

00:00 · 05.02.2018

Após o UFC Belém, a maior organização de MMA do mundo já tem data marcada para retornar ao Brasil. Será no dia 12 de maio, no Rio de Janeiro. O card deve ser liderado pelas mulheres, com a superluta entre Cris Cyborg, campeã peso-pena, e Amanda Nunes, dona do cinturão peso-galo do Ultimate. Outros velhos conhecidos da torcida devem atuar no evento. Chances para Vítor Belfort, que teve sua luta cancelada há pouco tempo, e até José Aldo, que mesmo vindo de duas derrotas para Max Holloway, ainda é um dos maiores nomes do MMA mundial. Ronaldo Jacaré também seria uma boa opção para o evento que será o de número 9 na Cidade Maravilhosa. Certeza de mais um grande espetáculo!

Lutão

Chegou a hora da luta tão aguardada entre Yoel Romero e Luck Rockhold, valendo o cinturão interino dos médios do UFC. O combate tem tudo para recuperar o prestígio da categoria, já que o atual campeão linear Robert Whittaker não tem data prevista para voltar a atuar, pois se recupera de um grave problema de saúde. Portanto, olho na tela no próximo sábado, 10 de fevereiro.

Em ação

Se tem um jeito de Fabrício Wedum convencer Dana White, de que deve ser o próximo desafiante ao cinturão dos pesados, que hoje pertence a Stipe Miocic, é atuando. E o ex-campeão já tem novo desafio marcado pela frente. Será no dia 17 de março, em Londres, contra o russo Alexander Volkov. Chance para confirmar a boa fase e mostrar serviço para enfim pedir uma revanche pelo título.

Mereceram

Valentina Shevchenko

Valentina Shevchenko não só garantiu a vitória sobre Priscila Pedrita como também levou o bônus de performance da noite. Prêmio merecido para quem demonstrou respeito à adversária e conquistou o público de Belém/PA. A Luta da Noite foi Thiago Marreta vs Anthony Smith. Um duelo que durou pouco mais de 6 minutos, mas o suficiente para levantar a torcida no Ginásio Mangueirinho, que vibrou com a vitória do brasileiro.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.