Coluna

Vai Encarar: Sucuri garantida no UFC Rio

00:00 · 17.04.2017

Acabou a espera e agora é trabalhar forte e controlar a ansiedade. Viviane Sucuri já sabe quando e contra quem fará a sua segunda luta no UFC. A lutadora cearense foi confirmada, nesse fim de semana, no card do UFC 212, que será realizado no Rio de Janeiro em 3 de junho. Sua adversária é a americana Jamie Moyle, que fez parte do time da campeã Joanna Jedrzejczyk no TUF 23. Uma luta bem casada, ao contrário do que foi a 1ª de Viviane na organização, quando teve de substituir Poliana Botelho às pressas para encarar a canadense Valerie Letourneau na edição 206 do evento. Na oportunidade, Viviane teve de superar, além do clima frio e do pouco tempo de preparação, uma experiente oponente que lutava em casa e fazia parte da America Top Team, uma das academias mais renomadas do mundo. Desta vez, a pupila do mestre Marcos Batista vai duelar com uma lutadora que tem quase a sua mesma estatura, de 1,54m. No entanto, Jamie Moyle já demonstrou que, a exemplo da cearense, tem ótimo vigor e condição física para proporcionar um grande combate, que irá movimentar, ainda mais, a categoria peso-palha. A vencedora deste duelo terá tudo para saltar ao Top 15 de uma das divisões mais empolgantes do Ultimate. Uma boa oportunidade para Viviane seguir com o seu cartel invicto no MMA, atualmente com 12 vitórias. Por outro lado, a americana tem quatro vitórias e uma derrota. Em sua estreia na organização, ela bateu Kailin Curran por decisão unânime, em dezembro de 2016. Portanto, promessa de uma luta agressiva e bastante equilibrada.

Que baile

O que o mundo da luta viu nesse fim de semana na luta principal do UFC Kansas foi a demonstração de um verdadeiro campeão. O brasileiro Wilson Reis bem que tentou, mas Demetrious Johnson justificou, outra vez, porque é chamado de 'Mighty Mouse'. Em luta prevista para cinco rounds, o americano dominou todo o combate até vencer por finalização no 3º assalto. Considerando que ele tem apenas 30 anos e já igualou o recorde de defesas de cinturão de Anderson Silva (10 vezes), o Mighty Mouse tem tudo para se consagrar como o maior lutador de todos os tempos do Ultimate.

Image-0-Artigo-2229080-1

Mais longe

Ronaldo Jacaré aceitou a luta contra Robert Whittaker num péssimo momento e acabou pagando um preço muito caro. A derrota em Kansas é exatamente o que o chefão Dana White queria. Vai continuar 'cozinhou o galo' para dar a chance do brasileiro disputar o cinturão. Mesmo antes do evento, Jacaré renovou com o UFC por mais oito lutas e o sonho continua, mesmo que agora estando mais distante.

Surpreendeu

Se Beth Correia não teve tantos motivos para comemorar o empate com a americana Marion Raneau, em Fortaleza, com certeza vibrou bastante ao ser anunciada no main event do UFC Singapura, que acontece em 17 de junho. A oponente é ninguém menos que Holly Holm, que vem mal no evento, com três derrotas seguidas, e precisa da vitória para não correr risco de despencar, ainda mais, na categoria peso-galo.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.