Coluna

Vai encarar: luta fora do octógono

00:00 · 28.05.2018

Fabrício Werdum, ex-campeão peso-pesado do UFC, já começa a travar a luta mais dura de sua carreira, só que fora do octógono. Após ser flagrado no exame antidoping, o brasileiro já encara as consequências da pior notícia que recebeu nos últimos dias. Retirado da luta principal do UFC Rússia, ele também foi excluído do ranking da categoria. Aos 40 anos, Werdum corre o risco, inclusive, de se aposentar, já que a punição e o processo, juntos, durariam no mínimo 2 anos. Força e sorte ao "Vai Cavalo".

Ladeira abaixo

Nick Diaz está mesmo perdido. Sem lutar desde janeiro de 2015, quando perdeu para Anderson Silva, o americano vem polemizando com vídeos nas suas redes sociais, ostentando em baladas com mulheres e amigos. Desta vez, passou dos limites, ao ser preso sob acusação de violência doméstica. Triste!

Quer mais

A peso-palha Poliana Botelho não quer saber de descanso e já tem um novo projeto em mente. Após vencer a japonesa Syuri Kondo no UFC Chile, a brasileira almeja lutar em casa, em setembro, no UFC São Paulo. Motivada, Poliana pediu para encarar uma top 15 da categoria. Que venha a próxima!

Volta por cima

Várias cirurgias no pé, um tendão do ombro rompido e longos quatro anos sem atuar. Nem isso foi capaz de tirar o ânimo do brasileiro Cláudio Silva, o "Hannibal". Nesse domingo, no UFC Londres, ele bateu o canadense Nordine Taleb, que era favorito, ainda no 1º round, por finalização, e comemorou como se fosse a primeira vitória na carreira. Melhor retorno, impossível!

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.