Coluna

Tom Barros: Teve tudo para ganhar

tomb

Tom Barros

tom@diariodonordeste.com.br • Colunista da editoria Jogada.

00:00 · 02.05.2018

O Fortaleza foi melhor que o Londrina, mas apenas empatou pela quarta rodada da Série B. O Leão sofreu um gol aos dois minutos, mas logo tomou conta do jogo. Bons ataques com Bruno Melo e Osvaldo. E boas chances com Gustavo e Osvaldo. O gol de Gustavo (1 x 1) premiou o seu esforço. Na fase final, o Leão seguiu melhor que os donos da casa. Derley teve gol legítimo anulado pelo trio de arbitragem. Depois Luizão salvou o que seria o gol da virada tricolor em cabeçada de Jussani. Fortaleza tranquilo como se em casa estivesse. Entendo até que, se o Fortaleza tivesse apertado com mais vontade, poderia ter chegado à vitória. Empate injusto. O Fortaleza teve a vitória ao seu alcance. Foi a impressão que me restou.

Reencontro

Gustavo voltou a assinalar gol. Ótimo. Ele já estava inquieto com o jejum. Aliás, que artilheiro não sofre com a falta de gols? Gustavo marcou à sua maneira, de cabeça após receber passe de Jussani. Alívio de tensões. Saudável reencontro do centroavante com o que ele tem de melhor. É para festejar.

Prejudicado

O gol de Derley foi legal, mas o árbitro anulou. O lance foi difícil para o auxiliar Herman Brunel, pois só na repetição pela TV foi possível ver a perna do zagueiro do Londrina dando condição ao jogador tricolor. De qualquer forma, o erro do auxiliar impediu a vitória e sequência positiva do Leão no início de Série B.

Recordando

arte
1965. Seleção Carioca na época do Campeonato Brasileiro de Seleções. A partir da esquerda (em pé): Murilo, Manga, Brito, Fontana, Oldair e Roberto Dias. Na mesma ordem (agachados): Garrincha, Alcino, Silva, Fefeu e Rinaldo. Detalhe: Brito e Fontana foram tri mundiais pelo Brasil no México em 1970. Brito titular. Fontana jogou só uma partida.

Antecipação

Pelo que tenho deduzido da conversa com torcedores e cronistas, a maioria considera impossível até mesmo um empate do Ceará no Itaquerão diante do Corinthians. Teoricamente, raciocínio correto. Entretanto, esquecem que no futebol há zebras monumentais. Não existe derrota por antecipação.

Zebra

Maio de 2014. Festa de inauguração do Itaquerão (superlotado). Pela 5ª rodada, o Corinthians recebia o Figueirense lanterna, que não tinha marcado um gol sequer em quatro jogos. Pois o Figueirense fez 1 a 0 no Corinthians. Ganhou o jogo. E melou a festa do Timão. Zebra existe, amigos.

Pressão

Desde que chegou para comandar o Ceará em junho de 2017, Chamusca nunca havia sofrido tanta pressão. Suportou críticas, mas pressão para valer só agora. Não entendo seja o culpado pelos seguidos insucessos. O grupo que ele comanda tem limitações para a Série A. Pena é que no futebol quem paga mesmo é o técnico.

Notas & notas

Na Série D 2018, passam para a segunda fase os 17 primeiros colocados e os 15 segundos melhores colocados. No momento, o Ferroviário está pendurado. O Ferrão é o terceiro do seu grupo (dois pontos). Há treze times em segundo lugar com melhor pontuação que o a do Ferrão. Hoje o time da Barra estaria fora. Por isso, para manter acesa a chance de classificação, o Ferroviário não poderá tropeçar diante do Interposto, domingo próximo, no Tocantins, quando fecha a primeira volta.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.