coluna

Tom Barros: Potencial para ganhar

tomb

Tom Barros

tom@diariodonordeste.com.br • Colunista da editoria Jogada.

00:00 · 15.03.2018

Mais uma vez Ceará e Atlético-PR enfrentam-se pela Copa do Brasil. Previsão de equilibrado, já pelo que foi visto no jogo de ida (0 x 0) na Baixada em Curitiba. O Atlético, que fora eliminado da Taça Dionísio Filho (1º turno de lá), retomou o caminho da vitória. Agora na Taça Caio Junior (2º turno) é líder do Grupo B, invicto, 100% de aproveitamento. Goleou o União (7 x 1), ganhou do Prudentópolis (1 x 2) e do União (1 x 0). O técnico Fernando Diniz vai dando seu perfil ao grupo. O Ceará é vice-líder da segunda fase do certame estadual. Vem alternando as formações de acordo com as conveniências. O chamado time A só nos acréscimos conseguiu empatar com o Fortaleza. Há nítido desgaste em razão da maratona. Mas tem potencial para ganhar.

Incrível

O Ceará, no jogo de ida, não soube tirar proveito da expulsão de Thiago Heleno aos 21' do primeiro tempo. Mesmo com um jogador a menos o Atlético se garantiu. O Ceará dominou a fase final, criou grande oportunidade com Felipe Azevedo, que driblou o goleiro e, com a meta aberta, chutou fraco. Carleto salvou.

Riscos

O técnico Fernando Diniz há procurado dar um perfil diferente aos seus times. Lá, começou num sistema 3-6-1. Jogando todo em cima, ofereceu espaço e permitiu contra-ataques perigosos do Ceará. Num desses, Thiago Heleno entrou para matar a jogada e o atacante do Ceará. Tomou vermelho e quebrou a pretensão do treinador.

Recordando

Image-1-Artigo-2374422-1

24 de outubro de 2005. Há 13 anos essa foto foi batida no Pici. A partir da esquerda: Erandir, Amaral, Rabicó e Ronaldo Angelim. O Fortaleza no auge, Série A, elite do Campeonato Brasileiro. Hoje Erandir e Amaral seguem em ação no Ferroviário. Não sei onde está Rabicó. Angelim, após encerrar a carreira, veio morar em Juazeiro do Norte.

Proeza

Do Ferroviário todos esperam hoje a repetição do notável feito no qual eliminou o Sport dentro da Ilha do Retiro. O Vila Nova, sob o comando de Hemerson Maria, ganhou bem seus dois recentes jogos pelo Campeonato Goiano. Lidera o Grupo B, com 24 pontos. É um time em nítida ascensão no certame estadual.

Observações

No PV, Ferrão e Vila ficaram no empate (1 x 1). Janeudo fez 1 a 0, de pênalti. O gol de empate do Vila nasceu de lance confuso. O goleiro Bruno Colaço saiu mal do gol. Keké aproveitou a bola sobrada e fez o gol. A produção coral no empate (0 x 0) com o Uniclinic, jogo recente, foi muito ruim. Isso é que preocupa.

No capricho

Image-0-Artigo-2374422-1

Felipe Azevedo tem méritos. Velocidade, dribles curtos, visão de jogo. Tudo bem. Mas não pode vacilar nas conclusões. Há jogos em que desperdiça em série as oportunidades criadas. Errar uma vez é natural. Errar duas vezes é suportável. Errar três vezes é inadmissível. Mais capricho, Felipe. E boa sorte.

Notas & notas. Por mais paradoxal que pareça foi o lanterna Iguatu que acabou protagonizando, diante do Ceará, um dos mais empolgantes jogos do Campeonato Cearense até agora. Velha história: de onde menos se espera vem algo de bom e surpreendente. /// Parabéns ao goleiro Gleibson, do Iguatu, que foi o destaque especial do jogo. Gleibson teve impecável atuação. Nota 10 com louvor. /// O Fortaleza pega agora uma semana sem jogo oficial. Só atuará no dia 22, quinta, diante do Ferrão.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.