Coluna

Tom Barros: o cenário mudou

tomb

Tom Barros

tom@diariodonordeste.com.br • Colunista da editoria Jogada.

00:00 · 28.04.2018

A última vez que o Ceará enfrentou o Flamengo pela Série A aconteceu no dia 15 de outubro de 2011 no PV. O Flamengo venceu por 1 a 0. O Vozão já estava nos estertores, no 18º lugar, zona de rebaixamento. Acabou caindo para a Série B algumas rodadas depois. Amanhã de volta o Flamengo, agora para o Castelão modelo FIFA. O Mengão não ostenta uma de suas melhores formações, mas tem o respeito porque manto sagrado para milhões de brasileiros. Times de massa lotam estádios. E geram circunstâncias de superiores emoções. De 2011 para cá muita coisa mudou. O Ceará ganhou CT. O Ceará zerou dívidas. Modernizou Porangabuçu. Não há razão para temer quem quer que seja. Hora, portanto, de ir buscar a primeira vitória.

Notas & notas

Ferroviário faz hoje, às 16hs, no PV, sua estreia em casa na Série D Nacional . O técnico Maurílio Silva reclamou das condições do estádio de Barra do Corda, fato que teria prejudicado o rendimento coral no empate lá (1 x 1). Agora, no PV, nenhum pretexto caberá se as coisas não derem certo diante do 4 de Julho do Piauí. /// O Guarani de Juazeiro só jogará na próxima terça-feira diante do América-RN no Estádio Dunas, em Natal. O Guarani vacilou ao tomar o empate (3 x 3) do Belo Jardim no Romeirão.

Remanescentes

Dois atletas do atual elenco do Ceará atuaram na derrota para o Flamengo em 2011 no PV: o goleiro Fernando Henrique e o atacante Felipe Azevedo. O atacante Osvaldo, hoje no Fortaleza, foi titular nesse jogo. Felipe Azevedo ficou no banco, mas entrou aos 15'do 2º tempo no lugar de Leandro Chaves.

Ajustes

O setor direito do Ceará preocupa. Pio é bom no apoio, mas tem dificuldade na marcação. O lado esquerdo com Romário fica melhor no passe. Juninho tem evoluído muito. Talvez seja o de melhor crescimento na produção. Felipe Azevedo alterna momentos bons e maus. Arthur fica a depender do setor criativo.

Recordando

Image-1-Artigo-2393335-1
Década de 1960. Clássico entre Santos e Botafogo. Esta foto foi publicada pelos maiores jornais do mundo, pois, para a época, era como um Real Madrid x Barcelona decidindo a Champion League. A partir da esquerda: Garrincha, Zito, Nilton Santos, Pelé, Zagalo, Pepe e Didi. Sete bicampeões mundiais. Eram os dois maiores clubes do mundo de então.

Joia

O Flamengo tem jogadores jovens de talento. Vinícius Junior, de 17 anos, pertence ao Real Madrid, que o comprou em 2017 por 45 milhões de euros. No empate (2 x 2) do Flamengo com o Vitória no Barradão, dele o passe para o gol de Lucas Paquetá aos 16 segundos de jogo, o mais rápido do certame até aqui.

Jovem

A propósito de Paquetá, é outro jovem talento do ataque do Flamengo. Ele já é alvo de interesse de clubes europeus, notadamente da Juventus da Itália. O contrato de Paquetá vai até dezembro de 2020. A multa rescisória é de cerca de R$ 200 milhões. Contra Vinícius e Paquetá pesa apenas a falta de maior experiência.

Serenidade

Rogério Ceni vive seu melhor momento no Leão. O time ganhou harmonia. Vai agora pegar um adversário teoricamente mais difícil que os anteriores, o Londrina. É importante seja mais exigido, pois assim porá em teste seu potencial. As dificuldades são benéficas, pois previnem erros que, não raro, as vitórias encobrem.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.