coluna

Tom Barros: Na cola tricolor

tomb

Tom Barros

tom@diariodonordeste.com.br • Colunista da editoria Jogada.

00:00 · 09.05.2018

Na Série B a quinta rodada que começou segunda-feira tem algumas peculiaridades. A proximidade do número de pontos dos times do G-4 e dos times em órbita desse grupo obriga que cada um tenha de vencer, caso não queira ser ultrapassado. Daí a importância de uma vitória do Leão sobre o Goiás. Há objetivos comuns, envolvendo os ocupantes do primeiro ao sétimo lugares. Basta um vacilo para evaporar a vantagem antes adquirida. A subida do Vila Nova para o primeiro lugar fez disparar o sinal de alerta no Pici, ou seja, acompanhar a turma detrás que vem chegando. É como quem corre na Fórmula-1: olhar para frente, mas sempre atento ao retrovisor. Motivo simples: evitar surpresas na próxima curva.

Melhor

Acompanhei o jogo Vila Nova 2 x 1 Goiás. O Fortaleza está melhor, bem melhor, que seu próximo adversário. Aliás entendo que o técnico Hélio dos Anjos ainda terá muitas dificuldades para dar ao Goiás o perfil que ele costuma exigir de suas equipes. De qualquer forma, cada jogo tem sua história.

Já saberá

Quando entrar em campo sábado, às 19 hs, no Castelão, o Fortaleza já saberá a situação dos seus perseguidores. É que o Paysandu joga na sexta com o Juventude. O CSA enfrenta o Boa, sábado, às 16h30. E o Figueirense enfrenta o Avaí também no sábado às 16h30. Aí caberá ao Leão administrar a sua parte.

Recordando

Recordando

2002. Ótima formação do Fortaleza. A partir da esquerda (em pé): Mário César, Ronaldo Angelim, Dude, Erandir, Maizena e Pires. Na mesma ordem (agachados): Chiquinho, Clodoaldo, Junior Amorim, Claudinho Paulista e Bechara. Desse grupo, Erandir continua em ação no Ferroviário. Foto da coleção do jornalista Sílvio Carlos.

E agora?

O Ceará está bem na Copa do Nordeste. Mas terá de dosar o elenco para evitar desgastes diante do CRB, quinta em Maceió. É que terá de chegar inteiro diante do América-MG segunda-feira, dia 14, pela Série A. O Vozão está na zona maldita da "A". Para sair do desconforto terá necessariamente de ganhar do América. Tome pressão.

Desgaste maior

O América-MG também terá de encarar amanhã em Belo Horizonte o jogo de ida com o Palmeiras pela Copa do Brasil. Desgaste maior, portanto, terá o time de Minas. De camarote Chamusca terá a oportunidade de analisar bem o time americano. Pelo menos nisso, vantagens para o Ceará.

Muito bem

Ricardinho

Ricardinho, após razoável período de recuperação, voltou muito bem. Ditou o ritmo do Ceará no Itaquerão e, mesmo sob sol inclemente, manteve-se inteiraço durante todo o jogo. É assim que se constata a elevada importância de um atleta na qualidade produtiva de um time de futebol. Um retorno com estilo.

Notas & notas. O papa Sílvio Carlos lembra aos tricolores que, neste sábado, seu livro biográfico estará a venda quando do jogo do Leão no Castelão. Também pode ser adquirido no Sirigado da Barão de Studart. /// Coisas do futebol: o Goiás está na zona de rebaixamento da Série B (18º), mas chegou às oitavas de final da Copa do Brasil. Se bem que está em desvantagem diante do Grêmio, que ganhou o jogo de ida no Serra Dourada (0 x 2). O Goiás terá de ganhar com três gols de diferença. Feia a coisa.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.