COLUNA

Tom Barros: Faixa intermediária

tomb

Tom Barros

tom@diariodonordeste.com.br • Colunista da editoria Jogada.

00:00 · 14.05.2018

O Ceará começa hoje os confrontos com os concorrentes diretos na luta pela permanência na Série A. Depois dos quatro grandes, Santos, São Paulo, Flamengo e Corinthians, vem o primeiro time médio: América-MG. Como o Ceará ainda não venceu, trouxe para hoje a pressão de ter que ganhar, que gera inquietações. Isso é prejudicial. Primeiro passo é a serenidade para não pecar pela afobação. A construção da vitória terá de ser de forma gradual porque há condições técnicas para alcançar tal desiderato. O América vem de duas derrotas seguidas: foi goleado (4 x 1) pelo Vasco na Série A e perdeu em casa (1 x 2) para o Palmeiras na Copa do Brasil. Obteve boas vitórias sobre Sport e Vitória. Previsão de jogo difícil.

Quatro vagas

Teoricamente sobram para os times médios apenas quatro vagas para evitar o rebaixamento (do 13º ao 16º lugares). É que 12 vagas são para o Rio (4), São Paulo (4), Minas (2) e Rio Grande do Sul (2). Como os quatro últimos são rebaixado, então os médios trabalham nessa faixa citada. Verdade que vez por outra um grande cai.

Importância

Pelo explicado ao lado, taí razão por que o Ceará precisa ganhar do América. Uma derrota gerará profunda inquietação. Até mesmo um empate produzirá incômodo muito forte. O Ceará tem condições de vitória, mas deve se preparar para uma disputa equilibrada. Cuidado com o Rafael Moura.

Recordando

Image-0-Artigo-2399697-1

23.09.2006. Série A do Campeonato Brasileiro. O Fortaleza ganha do Fluminense em pleno Maracanã (1 x 3). Na foto, André Cunha comemora seu gol pelo Leão. Os outros dois gols do Fortaleza foram marcados por Lúcio. Beto fez o único gol do Fluminense. Pela atual campanha na "B", a torcida já sonho com um possível retorno à Série A.

Mais três pontos

Como estava previsto, o Fortaleza ganhou do Goiás. Aliás, o visitante ofereceu resistência só no primeiro tempo. Como esta mal o Goiás. Na frente deixa tudo com Carlos Eduardo, andorinha só. Na fase final, a consequência da melhor qualificação do Fortaleza, que aplico 3 a 0. Vitória justa, sem susto.

Próximo

Agora o Leão vai enfrentar o Figueirense em Florianópolis. O Figueirense perdeu seus dois últimos jogos. Sofreu 1 a 0 do Brasil em Pelotas-RS e, em casa, no Orlando Scarpelli, sofreu também 1 a 0 do Avaí. Imaginem a pressão que terá em casa. Lá estão Felipe Amorim e Maikon Leite, ambos ex-Ceará.

Imprescindíveis

Image-1-Artigo-2399697-1

O treinador é que conhece as condições dos atletas. Assim monta a sua equipe. Mas, analisando essas coisas do futebol, entendo imprescindível duas armas exclusivas do Ceará: Pio e Arthur. Se o objetivo é assinalar gol, eles resolvem.

Convocação. Airton Fontenele fez levantamento dos atletas chamados por Tite só nas eliminatórias e que jogaram. Os números de jogos podem influir na convocação. Goleiros - Jefferson (1 jogo), Alisson (16) e Ederson (1); laterais - Marcelo (7), Filipe Luís (9), Fagner (1) e Alex Sandro (2); zagueiros - Miranda (17), Marquinhos (14), Tiago Silva (5), David Luís (3), Gil (3) e Rodrigo Caio (1); meio de campo - Casemiro (7), Paulinho (11), Renato Augusto (16), Philippe Coutinho (13), Fernandinho (11), Willian (17), Luís Gustavo (6), Lucas Lima (7), Elias (4), Oscar (3), Luan (1) e Giuliano (3); atacantes - Jonas (1), Hulk (3), Neymar (14), Gabriel Jesus (10), Douglas Costa (8), Ricardo Oliveira (6), Taisson (2), Roberto Firmino (6) e Diego Sousa (2).

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.