coluna

Tom Barros: concentração total

tomb

Tom Barros

tom@diariodonordeste.com.br • Colunista da editoria Jogada.

00:00 · 07.09.2018

Não imaginem que no próximo confronto com o Ceará o América mineiro será menos complicado que o Flamengo e que o Corinthians. Motivo simples: os mineiros acordaram diante do feito do Ceará que bateu nos cariocas e paulistas. Então tomarão suas precauções para que não aconteça o mesmo em Belo Horizonte. O Ceará precisa manter total concentração, não se deixando seduzir pela empolgação desses dois resultados fantásticos. Assim terá de encarar o América como se ao Flamengo no Maracanã encarasse. Terá de encarar o América como se ao Corinthians encarasse. O Vozão ganhou força, moral, confiança e respeitabilidade. Não pode desperdiçar esses trunfos, máxime agora em pleno processo de recuperação.

Surpresa

Fui surpreendido pelo modelo tático adotado por Lisca na vitória sobre o Corinthians. Pensei que repetiria o que dera certo no Maracanã: fechado e nos contra-ataques. Anteontem, quando a bola rola, vi um Ceará para frente, controlando o jogo. Assim edificou a vitória. Só foi fechado na fase final.

Comando

No momento, o Fortaleza não pode se deixar abalar por dois resultados insatisfatórios. Mais que temer novos erros defensivos, cabe corrigi-los. Vale a força de comando de Ceni. O Criciúma, próximo adversário, faz campanha só regular, mas deve ser olhado com atenção. Lá está o bom zagueiro Sandro, ex-Ceará.

Recordando

Image-0-Artigo-2450000-1

29 de agosto de 2006. Faz 12 anos. Foto no Estádio Alcides Santos no Pici. O técnico do Fortaleza, Hélio dos Anjos, conversa com o meia Wendel. Hoje Hélio é técnico do Goiás. Wendel Raul Gonçalves Gomes está com 34 anos. Brilhou no Corinthians de 2001 a 2005. Depois do Fortaleza, jogou na Áustria e na Romênia. Hoje está no Barra da Tijuca.

Vacilos

Jussani, Ligger e Marcelo Boeck estão cometendo vacilos que antes não cometiam. Há nítidos sinais de intranquilidade. Além do apagão em Goiânia, aqui diante do Figueirense houve situação inaceitável como, por exemplo, no gol de Elton. Verdade que, no caso, quem chegou atrasado foi o Roger Carvalho.

Absoluto

O Ferroviário tem dado show de bola na Taça Fares Lopes, certame alternativo para quem gosta de uma opção bem diferente. Ferrão ganhou os dois clássicos: meteu 1 a 0 no Ceará e 5 a 2 no Fortaleza. Edson Cariús, autor de dois gols no clássico tricolor, continua excelente nas finalizações. Ferrão tem 100% de aproveitamento.

Produção

Image-1-Artigo-2450000-1

Após vacilante nos primeiros jogos, Calyson fez sua melhor apresentação exato na vitória sobre o Corinthians. Trabalho perfeito, eficiente, no combate e articulação. Já jogara bem no Maracanã. Ele cresceu demais na participação coletiva. Precisa aperfeiçoar as finalizações. Ainda perde boas chances.

Nova era Tite

Hoje, às 21hs, no Estádio MetLife Stadium, em Nova Jersey, Brasil x Estados Unis, segunda fase de Tite à frente da Seleção Brasileira. De 1930 a 2015 foram 18 jogos entre as seleções principais com 17 vitórias do Brasil e uma dos americanos, sendo esta em 1998, 1x 0, pela Copa Umbro. Na primeira fase de Tite, de 1/setembro/2016 a 6/julho /2018, foram 26 jogos (20 vitórias, quatro empates e duas derrotas), primeiro lugar nas eliminatórias e sexto na Copa do Mundo/2018. (Dados de Airton Fontenele).

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.