coluna

Tom Barros: A trave foi o limite

tomb

Tom Barros

tom@diariodonordeste.com.br • Colunista da editoria Jogada.

00:00 · 27.09.2017

Vitória o Ceará teria sido o resultado mais justo. O Vozão, máxime no segundo tempo, quis mais, buscou mais, criou as melhores chances. Lima assumiu o comando das ações. Uma sequência interminável de gols perdidos. Lima, na trave; Richardson, na trave. Arthur, no último lance da partida, perde a bola do gol, a bola da vitória. Estavam só ele e o goleiro Júlio César. Mais um lance de insucesso na conclusão, logo de quem se notabilizou exatamente pelo gols mortais nos finais das partidas. De tanto não fazer gols, quase o Ceará tomou o castigo de quem não faz leva. Passou dois grandes sustos em chutes de Bruno que Everson milagrosamente neutralizou. No jogo de ontem, a trave foi o limite. Daí o empate do Vozão.

Destaques

O melhor foi Lima. Comandou as ações e mostrou que seu lugar certo é na frente e com a liberdade de ação. Depois dele, Pedro Ken realizou ótimo trabalho na meia-cancha. Desta vez Ricardinho não teve o mesmo brilho que teve na vitória sobre o Brasil-RS. Everson mais uma vez fez belas defesas.

Homenagem

Um dos grandes ídolos do Ceará na década de 1970 foi Zé Eduardo, craque que as novas gerações não tiveram a oportunidade de ver jogar. Zé Eduardo chega amanhã, às 15h30. Na sexta-feira, às 12 horas, será homenageado pelo conselho deliberativo do alvinegro, quando do tradicional almoço promovido pelo clube.

Recordando

Image-0-Artigo-2301914-1

24 de setembro de 2007. Assim se passaram dez anos. Jogadores do Ceará Sporting Club. A partir da esquerda: Arlindo Maracanã, Erivelton e Mazinho Lima. Detalhes: Maracanã (38 anos) hoje é assistente técnico do Sampaio Corrêa. Erivelton está com 39 anos. Faz tempo não tenho notícias dele. Mazinho Lima (43 anos) encerrou a carreira.

Cearense

O meia Fernando Pereira do Nascimento (Fernando Sobral) está feliz. Dele o gol da classificação do Sampaio para a Série B no empate com o Volta Redonda. Fernando, 22 anos, nasceu em Sobral. Vem enfrentar o Fortaleza. Ele já jogou pelo Guarany, Horizonte, Icasa, Atlético Goianiense, Floresta e Fluminense de Feira.

Prioridade

O Castelão foi construído para o futebol. Seu destino principal o futebol. Assim concebido desde o tempo de Plácido Castelo governador. Ultimamente, porém, outras programações atropelam os jogos decisivos do futebol. Aí o templo maior vira cenário de shows que nada têm a ver com a prioridade que o futebol merece.

De decisão

Image-1-Artigo-2301914-1

O zagueiro do Fortaleza, Ligger, teve ótimo desempenho, máxime na reta final da luta pela ascensão à Série B. Manteve importante regularidade, mesmo quando com parceiros diferentes na zaga, ora Rodrigo Mancha, ora Edimar, ora Adalberto. Ligger é de decisão. Pena ficar fora do próximo jogo.

Notas & notas. De forma discreta começou a Série C cearense 2017. Dentre os oito disputantes (Caucaia, Itapajé, Nova Russas, Pacajus, Campo Grande, Barbalha, União e Crato), dois já participaram da Série A: Crato e Itapajé. Pelo regulamento atual, subirão três clubes para a Série B 2018. /// Nesta Série C "todas as despesas dos clubes com transportes, hospedagem e alimentação serão da responsabilidade dos próprios clubes participantes", diz o artigo 16 do regulamento. É muito amor ao futebol.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.