PC Norões

00:00 · 28.06.2015

Arbitragens desastrosas

Diz uma velha máxima do futebol que o bom árbitro é aquele que não é notado numa partida de futebol. Máxima essa totalmente desmoralizada nesta Copa América. O que mais se vê aqui são árbitros peitados por jogadores, técnicos e, até, dirigentes, por conta de arbitragens, no mínimo, confusas. Na maioria dos casos, as reclamações são pela falta de critério. Primeiro fazem vista grossa aos pontapés de zagueiros e volantes brucutus, para depois saírem distribuindo cartão por qualquer besteira. É irritante. Principalmente para quem passa o jogo apanhando e, na primeira falta ou reclamação, leva cartão. Neymar, Cavani e Valdívia que o digam.
Reincidente

Gonzalo Jara parece que é chegado a uma mão boba. E sempre nos uruguaios. Em 2013, na Eliminatórias, "patolou" Suárez e levou um soco. Como o árbitro não viu, ninguém foi punido.

Saindo

Fortaleza conseguiu manter principais jogadores. Mas perdeu para o futebol coreano o ótimo lateral Wanderson, que vinha em grande temporada. E Cassiano, que, se não é craque, virou mito com o gol do título.

Coincidência?

Chile X Uruguai teve falta dura desde o início. Sandro Meira Ricci só na conversa. Até que resolve mostrar os primeiros cartões. Adivinhe para quem? Valdívia e Cavani. Não que não merecessem. Mas, não é curioso quem mais apanha ser advertido primeiro?

Perdido

Não vou nem culpar o brasileiro por não ter visto a dedada de Jara em Cavani. Quem deveria ter visto era o auxiliar, que tinha posição privilegiada. Ricci, no entanto, teve arbitragem desastrosa. Na segunda expulsão, nem falta houve.

Assim como a Conmebol foi rígida com o Neymar, tem que ser com todos. Esse tipo de provocação sempre teve. Hoje, com tanta câmera, nada escapa."

Dunga, técnico do Brasil, cobrando punição para zagueiro Jara, do Chile

Sem clube

Dedada de Jara repercutiu no mundo todo. Muita gente fez piada, mas o gesto pegou mal no clube dele, o Mainz, da Alemanha. Para o diretor Christian Heidel, pior do que a dedada foi a encenação em seguida, como se tivesse levado um soco. O Mainz aguarda proposta por ele.

Medo

O luxuoso hotel reservado para os dirigentes da Conmebol e das entidades dirigentes do futebol nos países participantes da Copa América ficou com vários quartos vazios. Não veio quase ninguém. Será que é porquê o Chile tem acordo de extradição com os EUA?

Perdas...

Formar boas equipes, que conseguem sucesso nas competições que disputam, também tem seu lado negativo. Que o digam o Ceará, campeão da Copa do Nordeste, e o Fortaleza, campeão cearense. As boas atuações dos arquirrivais atrairam interesse em seus principais jogadores.

...Lamentáveis

O Ceará, de cara, perdeu Magno Alves para o Fluminense. E só não perdeu Ricardinho porque abriu o cofre e renovou, em bases generosas, o contrato dele. Agora, com Marinho saindo para o Cruzeiro, e com Assisinho operado do joelho, perdeu o ataque inteiro. Difícil repor no mesmo nível.

Últimos Artigos

Comentários


Li e aceito os termos de regulamento para moderação de comentários do site.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.