Ceará

Colombiano Cardona sonha em deslanchar no Vovô

O meia-atacante colombiano Jown Cardona chegou ao Ceará no início de junho, vindo do Deportivo Cali, e treina visando o jogo com o Sport na próxima quarta-feira, dia 18, no PV, no retorno do clube na Série A ( FOTO: DIVULGAÇÃO / CEARASC )
00:00 · 14.07.2018 por Vladimir Marques - Repórter

O Ceará apresentou oficialmente na última sexta-feira o meia-atacante colombiano Jown Cardona, de 23 anos. Ele é considerado uma promessa do futebol local, tendo iniciado na base do Deportivo Cali, um dos grandes clubes do país, passando por times menores, como Cortuluá e Real Santander.

Como todo estrangeiro, Cardona chega cercado de expectativas da torcida em apresentar um bom futebol, mudando a característica da equipe. Ainda que represente uma esperança de bom futebol por vir de um país celeiro de bons jogadores ofensivos, Cardona terá que vencer a desconfiança de estrangeiros que não acertaram no Ceará nos últimos anos, deixando o clube atuando em poucos jogos e sem deixar saudade na torcida. A lista recente não é grande, já que não é tradição no futebol cearense investir em jogadores de outros países sul-americanos: o atacante argentino Maxi Biancucchi em 2017, o zagueiro colombiano Salazar e o meia Emanuel Biancucchi em 2016.

As exceções são o atacante costa-riquenho David Madrigal, autor do gol do título do 1º turno contra o Fortaleza em 2002, e Reina, que fez boas partidas pelo clube em 2010 na Série A e 2012 no Estadual.

Em sua primeira entrevista, Cardona se mostrou motivado para jogar no Vovô. "Decidi vim para o Ceará pela vitrine que é, pela estrutura montada. Venho para ocupar a lateral esquerda mas não tenho problema nenhum em jogar de acordo com o técnico. Já estou pronto fisicamente para estrear pelo Ceará já na quarta-feira", destacou Cardona em sua apresentação em Porangabuçu.

Contratações

O clube confirmou o meia-atacante Calyson, de 25 anos, que estava no Brasil de Pelotas. O jogador já treinou.

Quem deve assinar contrato nos próximos dias é o volante Edinho, de 35 anos, que está disputando a Série B pelo CSA e se destacou no Internacional/RS. O clube alagoano liberará o jogador com o pagamento de multa, cerca de R$ 200 mil. Edinho vem para substituir Naldo, negociado esta semana com o Al-Fayha, da Arábia Saudita.

Em contrapartida, o atacante Rafinha, cria da base do clube, rescindiu contrato. O atacante de 21 anos, estava emprestado ao Boa Esporte/MG, último colocado da Série B.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.