contra Uruguai

Atuação de Salah ainda é mistério

00:00 · 13.06.2018
Image-0-Artigo-2413276-1
Nessa terça, o jogador esteve presente, mas treinou à parte, fazendo exercícios dirigidos ao ombro ( FOTO: AFP )

A decisão sobre a participação de Mohamed Salah na primeira partida do Egito na Copa do Mundo, na sexta-feira contra o Uruguai, será tomada "no último momento", disse o comando dos "Faraós".

"Esperaremos até o último momento para decidir se iremos escalá-lo, ou não", declarou Mohamed Abu el-Ela, médico da Seleção egípcia, três dias antes da estreia de sua equipe contra os uruguaios.

"Ainda não podemos saber se jogará a partida, mas faremos um treinamento adicional amanhã (quarta-feira) e teremos uma ideia mais clara da situação", acrescentou o gerente-geral da equipe, Ihab Lahita.

Salah, atacante estrela do Egito e do Liverpool, lesionou o ombro esquerdo durante a final da Liga dos Campeões, em 26 de maio contra o Real Madrid, e não participou do primeiro treino dos egípcios, em Grozny.

Nesta terça, o jogador de 25 anos esteve presente, mas treinou à parte, fazendo exercícios dirigidos a fortalecer seu ombro machucado.

A equipe técnica egípcia tampouco escolheu o goleiro que substituirá Ahmed El Shenawy, que lesionou o joelho em abril.

O argentino Héctor Cuper pode optar por confiar a posição ao veterano Essam El Hadary, que com 45 anos e 150 dias se tornaria o jogador mais velho a disputar uma Copa do Mundo.

Para a sua primeira participação em uma Copa do Mundo em 28 anos, os "faraós" também enfrentam no Grupo A a Rússia, dia 19, e a Arábia Saudita, dia 25.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.