Série B

Apagão e virada

Depois de primeiro tempo seguro, Ceará sofre 'apagão' nos 45 minutos finais e leva a virada do Santa Cruz

O Ceará abusou de perder gols diante do Santa Cruz ontem no Castelão nos 90 minutos, mas a falta de pontaria custou caro, com o Vovô levando a virada do Santa Cruz no segundo tempo ( Foto: Thiago Gadelha )
00:00 · 14.06.2017 / atualizado às 01:42 por Vladimir Marques - Repórter

O Ceará entrou em campo ontem no Castelão diante do Santa Cruz sonhando com a chegada ao G4 do Brasileiro da Série B após boa vitória fora de casa na rodada anterior. A equipe alvinegra até começou muito bem, jogando um bom primeiro tempo e saindo na frente com Pedro Ken, mas pôs tudo a perder na etapa final e com três gols sofridos em 30 minutos, foi derrotado pelo time coral por 3 a 1.

Leia mais:

.Concorrentes diretos do Vovô ao G4 vencem

A queda brusca de desempenho entre dois tempos e a derrota inesperada fez a torcida alvinegra vaiar a equipe após sofrer o terceiro gol e ao fim do jogo.

Com o resultado, o Ceará caiu para 8º com 10 pontos e o Santa entrou no G4, em 4º com 12.

O Vovô busca a reabilitação na sexta-feira, às 20h30 diante do Luverdense, no Castelão.

O Ceará fez seu melhor primeiro tempo atuando em casa nesta Série B, dominando amplamente a etapa inicial de jogo. Com uma equipe bem postada e tocando bem a bola, o Vovô não demorou para envolver o Santa.

Logo com dois minutos de partida, Magno Alves quase marca um golaço de letra após precisa troca de passes entre Pedro Ken e Romário.

Bem à vontade para criar diante de um retrancado Santa Cruz, o Alvinegro criou nova chance aos 14 minutos, novamente com Magno Alves: o experiente atacante finalizou dentro da área buscando o ângulo, mas o goleiro Júlio César fez difícil defesa.

Com constante apoio dos laterais e troca precisa de passes, o Ceará jogava solto e chegou ao primeiro gol aos 27 minutos: Romário bateu escanteio, Valdo escorou de cabeça e Pedro Ken só empurrou para as redes: 1 a 0.

Com o gol sofrido, o time pernambucano, até então inofensivo em campo, saiu para o ataque e equilibrou a partida por alguns momentos. Mas a defesa alvinegra, conseguiu se defender bem.

Após controlar o ímpeto do adversário, o Vozão voltou a dominar, e por pouco não saiu com uma vantagem maior, após duas tentativas de fora da área de Rafael Carioca.

Se o primeiro tempo do Ceará foi quase perfeito, a etapa final foi para esquecer. O Alvinegro continuou atacando, perdendo gols e nos contra-ataques foi atropelado pelo time coral, sofrendo três gols de contragolpes.

O Ceará até criou a primeira chance aos 8 minutos, em chute cruzado de Roberto, mas depois disso, só deu Santa Cruz.

s

Virada

Com as investidas mais frequentes, o Santa chegou ao empate aos 16 minutos: André Luís fez jogada individual, a bola espirrou para Léo Lima, que com categoria, tocou por cima de Éverson: 1 a 1.

Mesmo com o empate, o Ceará manteve a mesma postura em campo e quase voltou a ficar na frente, em chute forte de Roberto no travessão.

Só que ao se lançar ao ataque, o time alvinegro desguarneceu a defesa e acabou sofrendo a virada, aos 25 minutos. Tiago Primão fez jogada individual, e achou Bruno Paulo, que mandou no ângulo de Éverson: 2 a 1.

Com a virada do time visitante, o técnico do Ceará, Givanildo Oliveira fez duas alterações ofensivas, com Arthur e Pio em campo, mas a equipe acabou sofrendo mais um gol, aos 35, em finalização de Ricardo Bueno.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.