Ex-espião

Russo envenenado melhora de saúde

00:00 · 07.04.2018

Londres. O estado de saúde do ex-espião russo Serguei Skripal "melhora rapidamente" após seu envenenamento em março, na Inglaterra, anunciou na sexta (6) o hospital, enquanto a Rússia voltava a negar que tivesse fabricado o agente neurotóxico que por pouco não matou o russo e sua filha.

A polícia britânica considera que foram contaminados em casa, já que a maior concentração de veneno foi detectada na maçaneta da porta de entrada da casa.

Serguei Skripal "responde bem ao tratamento" e "já não está mais em estado crítico", declarou o hospital em um comunicado sobre este caso que desencadeou uma crise diplomática entre a Rússia e o Ocidente. O estado de saúde de sua filha Yulia, que também foi envenenada, melhora "diariamente", segundo a médica Christine Blanshard. "Está impaciente para poder sair do hospital".

"Estamos muito contentes de que o estado de saúde de Skripal e de sua filha Yulia esteja melhorando", reagiu o Ministério britânico das Relações Exteriores.

O Ministério do Interior, por sua vez, anunciou que havia negado um visto de entrada no país à sobrinha de Serguei Skripal.

"Negamos um pedido de visto como visitante a Viktoria Skripal porque não cumpre com as regras de imigração", explicou em um comunicado.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.