GOVERNO TRUMP

País quer reduzir preço de remédios

00:00 · 12.05.2018

Washington. O secretário de Saúde dos EUA, Alex Azar, divulgou, na sexta, as propostas do governo do presidente Donald Trump para reduzir os preços dos remédios. "Levará anos para rever o sistema, mas esses são passos decididos para tornar os medicamentos mais acessíveis".

Azar disse que boa parte da mudança prevista pode ser feita por decreto do Executivo, portanto independentemente do apoio do Legislativo. A autoridade comentou as iniciativas com as quais o governo pretende reduzir os preços, admitindo que a questão é bastante complexa e será mais detalhada adiante.

Mais cedo, Trump afirmou que o custo cada vez mais alto dos remédios comprados com receita representam uma ameaça aos americanos, criticando o lobby das empresas do setor.

Entre as medidas estão incentivos para que as empresas reduzam seus preços. Haverá, por exemplo, benefícios oficiais em troca de descontos para os usuários do Medicare, o sistema de saúde do país voltado para os idosos e para outras pessoas com doenças crônicas.

O plano para baixar os preços de remédios no país inclui medidas para combater o que a Casa Branca acredita serem práticas injustas de companhias estrangeiras, que estariam aproveitando condições favoráveis de mercado nos EUA sem que seus países de origem ofereçam contrapartida similar a concorrentes americanos.

"O representante comercial dos EUA (Robert Lighthizer) vai priorizar a abordagem de políticas injustas de propriedade intelectual e acesso a mercado em nossos acordos comerciais, de forma que parceiros contribuam com uma fatia justa à inovação", comentou o gabinete de Trump.

Nesta sexta-feira, o presidente americano declarou em discurso que o conjunto de medidas na área de saúde prezará por mais competitividade no como forma de reduzir o valor nas etiquetas.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.