'Intensas negociações'

União Europeia e México alcançam acordo para modernizar tratado comercial

Após um encontro em Bruxelas, os países anunciaram as duas partes um acordo político para modernizar o tratado comercial vigente desde 2000

21:03 · 21.04.2018 por Folhapress

México e União Europeia (UE) alcançaram, neste sábado (21), um acordo político em suas negociações para modernizar seu tratado comercial vigente desde 2000, anunciaram as duas partes após um encontro de alto nível em Bruxelas.

"Nesta tarde alcançamos um acordo de princípio de comércio e investimento entre a UE e México" no âmbito da modernização do Acordo Global, indicaram em um comunicado o ministro mexicano de Economia, Ildefonso Guajardo, a comissária de Comércio, Cecilia Malmström, e seu equivalente da Agricultura, Phil Hogan.

Este acordo, alcançado "após meses de intensas negociações", depende agora de os negociadores resolverem "as questões técnicas pendentes", acrescentam. O texto legal definitivo poderia ficar pronto até o fim do ano, de acordo com a Comissão.

A UE e o México começaram as negociações para modernizar o acordo político, comercial e de cooperação em maio de 2016. Elas se aceleraram com a chegada, em janeiro de 2017, de Donald Trump à Casa Branca. O México, que envia mais de 80% de suas exportações para seu vizinho do norte, busca diversificar seus parceiros comerciais, enquanto renegocia o Acordo de Livre-Comércio da América do Norte (Nafta) com Estados Unidos e Canadá.

O novo acordo comercial permitirá que "praticamente todo o comércio de bens entre a UE e o México esteja livre de tarifas, inclusive no setor agropecuário", indicou a Comissão Europeia em outro comunicado. "Muitos queijos" europeus, como gorgonzola e roquefort, terão assim "acesso preferencial" ao mercado mexicano e muitos outros ganham acesso com "contingentes anuais", acrescenta a Comissão.

Com a entrada em vigor, os europeus poderiam exportar 30 mil toneladas de leite em pó, que aumentariam a até 50 mil toneladas cinco anos depois, segundo o comunicado. O México também se compromete a eliminar tarifas para o chocolate e a massa. 

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, disse neste sábado (21) que está otimista com os esforços para resolver as tensões comerciais que abalaram os mercados financeiros nas últimas semanas, e que teve conversas positivas com a China.

Mnuchin teve diversas reuniões nos últimos três dias com representantes da China, Japão e Europa a respeito do aumento de tarifas da administração de Donald Trump, que são parte de uma promessa de campanha para reduzir os déficits comerciais dos Estados Unidos.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.