Taxas

Trump oficializa tarifas alfandegárias de 25% para importações de aço e 10% para alumínio

As tarifas entrarão formalmente em vigor no prazo de quinze dias, informou um alto funcionário da Casa Branca

Ao aprovar a criação das tarifas, Trump afirmou que as indústrias americanas do aço e do alumínio tinham sido "devastadas por agressivas práticas comerciais estrangeiras" ( Foto: Mandel Ngan / AFP )
18:50 · 08.03.2018 por AFP
O presidente americano, Donald Trump, decidiu, nesta quinta-feira (8), impor tarifas alfandegárias de 25% às importações de aço e de 10% às de alumínio, embora México e Canadá tenham ficado isentos "por enquanto" dessas taxas, informou um alto funcionário da Casa Branca.
 
As tarifas entrarão formalmente em vigor no prazo de quinze dias, acrescentou a fonte, destacando que o governo americano está aberto a conversar "país por país" para negociar eventuais isenções.
 
Ao aprovar a criação das tarifas, Trump afirmou que as indústrias americanas do aço e do alumínio tinham sido "devastadas por agressivas práticas comerciais estrangeiras".
 
"Realmente é um ataque ao nosso país", continuou. "Eu venho falando disto há muito tempo, muito antes de minha carreira política".
 
Com o ato, Trump deixou de lado os alertas de uma guerra comercial global e protestos de aliados na Europa e nos Estados Unidos.
 
Na manhã desta quinta-feira, Trump havia prometido que as tarifas seriam "muito justas" e que o plano prevê "flexibilidade" com aqueles países que tiverem demonstrado ser "verdadeiros amigos" de Washington.
 
Nestas declarações, o presidente havia antecipado que México e Canadá seriam eximidos destas tarifas, mas que o benefício somente seria permanente se as conversas para a renegociação do Tratado de Livre Comércio da América do Norte (Nafta) avançarem para um entendimento.
 
"Se chegarmos a um acordo, o mais provável é que não vamos taxar estes dois países com tarifas alfandegárias", explicou Trump.
 
Mexicanos, canadenses e americanos finalizaram nesta semana sua sétima rodada de diálogo para renegociar o tratado comercial sem que até o momento as partes tenham dado conta de avanços substantivos.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.