EUA

Trump é o presidente "mais perigoso" da História, diz líder democrata

Em reunião do Partido, Perez ainda discursou sobre o plano de renovação dos membros da executiva da sigla

21:19 · 21.10.2017 / atualizado às 21:21 por Estadão Conteúdo
trump
Trump também criticado pelos dois ex-presidentes americanos Bush e Obama ( Foto: Arquivo do Diário do Nordeste )

O presidente do Partido Democrata, Tom Perez, criticou veementemente o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e afirmou que ele é o líder americano "mais perigoso" da História.

"Trump é uma ameaça existencial à nossa nação. Nós temos o presidente mais perigoso e um dos Congressos mais reacionários da história americana", criticou, durante reunião do partido em Las Vegas, no Estado americano de Nevada.

Perez, ex-funcionário do gabinete do presidente Barack Obama e membro da ala mais à esquerda do partido, disse haver uma "cultura de corrupção" que se espalhou do gabinete de Trump para os do presidente da Câmara, Paul Ryan, e do líder da maioria no Senado, Mitch McConnell, ambos republicanos.

Ele acusou ainda os hackers da Rússia de trabalharem em favor de Trump e de aliados para que republicanos "dominassem Washington".

O discurso mais exaltado de Perez condiz com o plano dele de renovação do Partido Democrata. O ex-membro do gabinete de Obama defende a renovação dos membros da executiva da sigla como medida para virar a página da derrota da ex-secretária de Estado Hillary Clinton.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.