Em Singapura

Trump e Kim trocam aperto de mãos histórico

Os dois caminharam um em direção ao outro e trocaram o aperto de mãos em um luxuoso hotel de Singapura, antes de participarem de uma série de reuniões com ramificações para todo o mundo

22:20 · 11.06.2018 / atualizado às 22:39 por AFP
Trump
O aguardado aperto de mãos entre o presidente americano e o líder norte-coreano foi acompanhado por milhões de pessoas ( Foto: AFP )
O presidente americano, Donald Trump, e seu contraparte norte-coreano, Kim Jong Un, fizeram História na manhã desta terça-feira (noite de segunda no Brasil), como os primeiros líderes dos Estados Unidos e da Coreia do Norte a se reunir.

Os dois caminharam um em direção ao outro e trocaram o aperto de mãos em um luxuoso hotel de Singapura, antes de participarem de uma série de reuniões com ramificações para todo o mundo.

O aguardado aperto de mãos foi acompanhado por milhões de pessoas em todo o mundo e tem lugar garantido nos livros de história.

Cúpula 

Apesar da espetacular aproximação diplomática dos últimos meses, persistem muitas dúvidas sobre a cúpula entre os dois dirigentes.

Trump, que tem pouco mais de 500 dias na Casa Branca, vive um dos momentos mais importantes de sua Presidência no cenário internacional, onde tem desagradado muitos líderes, inclusive alguns dos aliados dos Estados Unidos. 

Em uma série de tuítes postados horas antes do evento em Singapura, Trump indicou que os preparativos do encontro "iam bem". 

"Em breve todos saberemos se pode haver ou não um acordo real, diferentemente dos do passado", tuitou, antes de atacar em outra mensagem os "haters e perdedores" que consideram uma concessão arriscada a Kim, com quem o presidente americano trocou ameaças e insultos durante meses.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.