44 marinheiros a bordo

Sonar detecta 'novo contato' que poderia ser de submarino argentino desaparecido

Este "novo contato será examinado" pelo submersível russo "Panther plus"

Nas últimas semanas, a Marinha já havia relatado alguns "contatos" dos sonares que detectaram anomalias no fundo do mar ( Foto: AFP )
10:26 · 24.12.2017 / atualizado às 10:27 por Agence France-Presse
Um sonar detectou um "novo contato" na busca pelo submarino argentino desaparecido no Atlântico Sul em 15 de novembro com 44 marinheiros a bordo, informou a Marinha argentina.
 
Este "novo contato será examinado" pelo submersível russo "Panther plus", indicou no sábado (23) a Marinha argentina, sem dar mais informações.
 
Nas últimas semanas, a Marinha já havia relatado alguns "contatos" dos sonares que detectaram anomalias no fundo do mar. Mas sem resultados.
 
Um deles acabou por ser de um barco de pesca que afundou no oceano há vários anos.
 
O navio de pesquisa oceanográfica americano Atlantis continua suas buscas, segundo a Marinha, que não tem mais esperança de encontrar sobreviventes, mas ainda espera encontrar o San Juan.
 
Este caso levou na semana passada à demissão do chefe da Marinha argentina, o almirante Marcelo Srur.
 
>> Argentina investiga possível explosão próximo a submarino
 
>> Submarino argentino perdido no Atlântico Sul envia chamados
 
>> Um mês após sumiço de submarino, comandante da Marinha argentina entrega posto

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.