Antes da destituição

Primeiro-ministro do Haiti renuncia em meio a crise

A decisão de Jack Guy Lafontant possui relação com a crise que explodiu no país no último fim de semana, com violentos protestos pelo aumento do preço do combustível

18:13 · 14.07.2018 por AFP
Jack Guy Lafontant
Jack Guy Lafontant, primeiro-ministro do Haiti, comunicou sua renúncia ao Congresso, que já preparava sua destituição ( Foto: AFP )

Jack Guy Lafontant, primeiro-ministro do Haiti, comunicou neste sábado (14) sua renúncia ao Congresso, que já preparava sua destituição diante da violência que tomou conta do país após um forte aumento nos preços dos combustíveis.

"Antes de chegar aqui (Parlamento), apresentei minha renúncia" ao presidente Jovenel Moïse, que a "aceitou", disse Lafontant aos legisladores.

O Haiti foi sacudido por violentas manifestações entre 6 e 8 de julho, depois de o governo anunciar um forte aumento dos preços dos combustíveis, de 38% para a gasolina, 47% para o diesel e 51% para o querosene.

Dezenas de lojas foram saqueadas e queimadas, e ao menos quatro pessoas morreram durante os distúrbios. O gabinete de Lafontant, que chegou ao cargo em fevereiro de 2017, rapidamente voltou atrás e retirou o aumento de preços anunciado.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.