Príncipes e Patronos

Palácio de Buckingham abre exposição com manto de Napoleão e porta tempero com joias

A mostra fica aberta no palácio até 30 de setembro e a entrada custa 24 libras (R$ 118,90)

Caixa de temperos em prata dourada e pedras preciosas, parte da exposição em homenagem aos 70 anos do príncipe Charles, no Palácio de Buckingham ( Foto: Twitter/Reprodução )
17:29 · 20.07.2018 / atualizado às 17:31 por Folhapress

O Palácio de Buckingham abrirá neste sábado (21) uma nova exposição com as obras de arte preferidas do príncipe Charles, que completará 70 anos em novembro.

Intitulada "Príncipes e Patronos", a exibição inclui um manto do imperador francês Napoleão (1769-1821) retirado de sua carruagem após a Batalha de Waterloo, em 1815, em que as forças francesas foram derrotadas por forças britânicas. 

"A cor, a história e o padrão do manto causaram fascinação em Vossa Alteza Real desde a primeira vez em que viu o objeto exposto no Castelo de Windsor", afirmou a fundação Royal Collection Trust, responsável  por administrar o patrimônio da família real britânica, citada pela agência de notícias Efe.

A mostra conta ainda com uma caixa de temperos feita em prata dourada e joias em Hamburgo, na Alemanha, para um czar russo e presenteada para um rei inglês. O porta temperos esteve na mesa do banquete de coroação do rei Charles 2º (1630-1685), segundo informou o Palácio de Buckingham em seu perfil no Twitter.

Entre os quadros, está a Tribuna dos Uffizi, uma pintura a óleo sobre tela feita em 1776 pelo alemão Johann Zoffany sob encomenda da rainha Charlotte (1744-1818).

A exposição conta ainda com obras criadas por artistas jovens apoiados por três organizações beneficentes que o príncipe Charles fundou, a Royal Drawning School, a Prince's Foundation  School of Traditional Arts e a Turquoise Mountain. 

A mostra fica aberta no palácio até 30 de setembro e a entrada custa 24 libras (R$ 118,90).

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.