Gênova

Número de mortos vítimas da queda de ponte na Itália sobe para 42

Os funerais das vítimas ocorreram em meio a protestos culpando as autoridades

09:28 · 18.08.2018 por Estadão Conteudo
Gênova
Arcebispo de Gênova, Cardeal Angelo Bagnasco, abençoa os caixões durante o funeral de Estado das vítimas do desmoronamento da ponte Morandi, em Gênova, neste sábado (18). ( Foto: ANDREA LEONI / AFP )

O numero de mortos vítimas da queda da ponte em Gênova, na Itália, subiu para 42. Neste sábado, o presidente italiano, Sergio Mattarella, participou do funeral de algumas das vítimas.

O número não oficial de mortos subiu, depois que a equipe de resgate encontrou quatro corpos nos escombros da Ponte Morandi, que caiu na última terça-feira. Investigadores estão trabalhando para ver se houve falha de projeto ou manutenção inadequada.

Além do presidente, participaram também do funeral o primeiro-ministro, Giuseppe Conte, e vários membros de seu gabinete, incluindo o ministro de transporte e infraestrutura da Itália.

LEIA MAIS

> Funerais terão marca da revolta 

> Itália busca responsáveis por tragédia em Gênova 

Outros funerais ocorreram na sexta-feira, em meio a protestos culpando as autoridades por não traçarem um plano de segurança da ponte.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.