"milagre"

Menino acorda do coma pouco antes de médicos desligarem aparelhos

O garoto de 13 anos sofreu danos cerebrais em um acidente; médicos diziam que ele nunca se recuperaria

12:30 · 08.05.2018 / atualizado às 13:26
Menino acorda do coma pouco antes de médicos desligarem aparelhos
Agora, Trenton passa por um lento processo de reabilitação ( Foto: Reprodução / Facebook )

Um garoto norte-americano, de 13 anos, acordou do coma pouco depois de seus pais assinarem os documentos autorizando o desligamento dos aparelhos e a doação de seus órgãos. O caso aconteceu em março deste ano, na cidade de Mobile, no estado do Alabama, nos Estados Unidos. A informação é do portal da BBC.

Quando chegou ao hospital, Trenton McKinley apresentava danos cerebrais graves causados por um acidente com um reboque de automóvel. O menino havia sofrido várias fraturas no crânio e precisou passar por diversas cirurgias. Durante a internação, ele ainda sofreu falência dos rins e uma parada cardíaca.

Jennifer Reindl, mãe de Trenton, contou que o garoto chegou a passar 15 minutos sem sinais vitais na mesa de cirurgia.

Os médicos que acompanhavam o caso disseram aos pais do garoto que ele nunca se recuperaria. A família também foi informada que Trenton seria compatível com outras cinco crianças que precisavam de transplantes.

Os pais de Trenton concordaram em assinar a autorização para a doação de órgãos, mas, um dia antes da data marcada para o desligamento dos aparelhos, o garoto começou a apresentar sinais de consciência.

"Depois que nós concordamos com a doação, eles tiveram que manter o Trenton vivo para 'limpar' seus órgãos para doação", disse Jennifer.

"No dia seguinte, estava marcado o último teste de atividade cerebral para determinar o desligamento dos aparelhos. Mas os sinais vitais tiveram um pico, então, eles cancelaram o teste", conta a mãe.

Agora, Trenton passa por um lento processo de reabilitação. Ele já consegue andar e falar, mas ainda tem dores nevrálgicas e convulsões. Para a completa recuperação, o garoto deve passar por mais cirurgias no crânio, mas a mãe já considera o caso "um milagre".

O próprio Trentou contou que pensava estar no céu enquanto estava inconsciente.

"Era como se eu estivesse caminhando num campo aberto", disse o menino a uma emissora de TV norte-americana.

"Não há outra explicação a não ser Deus", acrescentou ele.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.