Encontro

Kim Jong-un encontra-se com presidente sul-coreano para acordo de paz

Moon e Kim encontraram-se ao norte da fronteira militarizada na parte da tarde para trocar pontos de vista e abrir caminho para uma cúpula entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos

10:46 · 26.05.2018 / atualizado às 14:40 por FolhaPress
Coreias
Presidente da Coréia do Sul Moon Jae-in abraçando o líder da Coréia do Norte, Kim Jong An, após sua segunda cúpula no lado norte da aldeia de trégua. ( Foto: Handout / Dong-A Ilbo / AFP )

O ditador norte-coreano, Kim Jong-un, reuniu-se com o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, neste sábado (26), sem um comunicado prévio, para discutir os compromissos de paz e o possível encontro entre Kim e o presidente americano Donald Trump.

Moon e Kim encontraram-se ao norte da fronteira militarizada na parte da tarde para trocar pontos de vista e abrir caminho para uma cúpula entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos, informou o gabinete presidencial da Coreia do Sul.

O presidente sul-coreano anunciará neste domingo (27) o resultado de seu encontro com o ditador da Coreia do Norte. A Casa Azul (sede da Presidência da Coreia do Sul) não forneceu mais detalhes.

Singapura

A Coreia do Sul, que intermediou as negociações entre Washington e Pyongyang, foi pega de surpresa pelo cancelamento abrupto de Trump da cúpula, em que ele citou hostilidade em comentários recentes norte-coreanos. 

LEIA MAIS

> Coreia do Norte diz que segue disposta a dialogar com os EUA 

Moon disse que a decisão de Trump o deixou "perplexo" e foi "muito lamentável". Ele pediu que Washington e Pyongyang resolvam suas diferenças por meio de "um diálogo mais direto e mais próximo entre seus líderes".

A reunião, a primeira entre os líderes dos dois países, estava marcada para 12 de junho em Singapura e iria debater a desnuclearização da península coreana. O cancelamento aconteceu no mesmo dia em que Pyongyang diz ter demolido sua área de testes nucleares.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.