Censura

Irã bloqueia acesso a Instagram e Telegram em resposta a protestos

Fonte não identificada afirma que a decisão está "em linha com a manutenção da paz e da segurança dos cidadãos"

14:39 · 31.12.2017 por Estadão Conteúdo
Instagram
"Com uma decisão do Conselho Supremo de Segurança Nacional, atividades do Telegram e Instagram estão temporariamente limitadas", afirmou a fonte não identificada ( Foto: Divulgação )

A TV estatal iraniana informou neste domingo que autoridades do País bloquearam o acesso à rede social Instagram e ao serviço de mensagens Telegram no Irã. A reportagem cita uma fonte não identificada afirmando que a decisão está "em linha com a manutenção da paz e da segurança dos cidadãos". "Com uma decisão do Conselho Supremo de Segurança Nacional, atividades do Telegram e Instagram estão temporariamente limitadas." 

Mais cedo, o CEO da Telegram, Pavel Durov, já havia anunciado no Twitter que o aplicativo havia sido bloqueado para a maioria dos iranianos. O aplicativo estava sendo usado para compartilhar vídeos dos protestos e datas de novas manifestações. O Facebook, proprietário do Instagram, não respondeu imediatamente a um pedido de comentário. 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.