escândalo no cinema

Harvey Weinstein se apresenta à polícia em Nova York

O ex-produtor é alvo de mais de 70 acusações de abuso sexual

Harvey Weinstein também responde a processos criminais em Los Angeles e Londres ( Foto: Kevin Hagen / Getty Images North America / AFP )
09:41 · 25.05.2018 / atualizado às 09:49 por Estadão Conteúdo

O ex-produtor Harvey Weinstein se entregou nesta sexta-feira (25) a uma delegacia de polícia de Nova York, onde se espera que ele se entregue para enfrentar as queixas criminais no processo de abuso sexual.

Weinstein desembarcou de um SUV preto e andou lentamente para uma estação de polícia em Manhattan, diante de muitas câmeras de TV. Ele não respondeu às pessoas que gritavam palavras contra ele.

Dois representantes da polícia disseram à Associated Press que o caso investigado inclui Lucia Evans, que disse que Weinstein a forçou a fazer sexo oral durante uma reunião no escritório dele em 2004. Lucia estava entre as primeiras a se pronunciar sobre os abusos do ex-produtor.

Suspeita-se que outra vítima, que decidiu não falar publicamente também deve esteja no mesmo processo. A investigação corre sob sigilo.

Advogados de Weinstein dizem que todas as alegações de que ele forçou relações são "inteiramente sem méritos". Outros processos criminais contra Weinstein correm em Los Angeles (EUA) e Londres. Desde o ano passado, o produtor vencedor do Oscar foi acusado publicamente de indecência sexual por mais de 70 mulheres.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.