tragédia

Grécia busca por vítimas de incêndios que causaram 81 mortes no país

Os incêndios em toda a região de Ática estão sob controle, embora ainda não foram completamente extinguidos

De acordo com as autoridades gregas, o número de desaparecidos continua sendo incerto, tendo em vista que ainda é preciso identificar vários corpos ( Foto: AFP )
08:29 · 26.07.2018 / atualizado às 08:30 por Agência Brasil

Bombeiros e forças de resgate continuam, desde as primeiras horas desta quinta-feira (26), os trabalhos de busca de vítimas nas áreas devastadas pelos incêndios na Grécia, que até o momento deixaram um saldo de 81 mortos. Segundo as autoridades, do total de 187 feridos, 64 permanecem hospitalizados, dos quais quatro são menores e 11 seguem em estado crítico.

O número de desaparecidos continua sendo incerto. Ainda é preciso identificar vários corpos. A porta-voz do Corpo de Bombeiros, Stavrula Mallidi, afirmou que entre os desaparecidos, contabilizam os corpos ainda não identificados, assim como pessoas que já voltaram para suas casas e não comunicaram às autoridades.

De acordo com informações, não confirmadas oficialmente, foram identificados apenas uma dezena de corpos. Equipes de resgate da Cruz Vermelha se deslocaram para Mati, cidade que teve mais mortes.

A Cruz Vermelha está analisando também as condições de moradia daqueles que puderam voltar para suas casas ou para o que restou das residências. O ministro da Defesa, Panos Kammenos, informou hoje, depois de se reunir com autoridades locais, que em Mati os incêndios destruíram 25% dos imóveis e danificaram outro tantos.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.