Vaticano

'Fujam do clericalismo', diz papa a novos bispos

Os bispos, vindos da África, América Latina, Ásia e Oceania, participam de uma formação de duas semanas, na qual a luta contra a pedofilia ocupa um lugar importante

13:21 · 08.09.2018 por Agence France-Presse
Papa Francisco
Papa Francisco recebe os bispos na praça de São Pedro, no Vaticano, no final de sua audiência geral semanal no dia 5 de setembro de 2018. ( Foto: VINCENZO PINTO / AFP )

O papa Francisco pediu, neste sábado (8), a dezenas de novos bispos provenientes de "terras de missão" que fujam do clericalismo (a influência do clero na vida pública), que é, a seu ver, a causa de todos os males da Igreja.

"Queridos irmãos, fujam do clericalismo. Dizer 'não' aos abusos, sejam de poder, de consciência, ou de qualquer outro tipo, significa dizer 'não' com força a qualquer forma de clericalismo", declarou o papa, ao receber 74 novos bispos procedentes de África, América Latina, Ásia e Oceania.

Esses bispos participam de uma formação de duas semanas, na qual a luta contra a pedofilia ocupa um lugar importante, diante dos escândalos que vêm abalando a Igreja, repetidamente, nos últimos anos.

LEIA MAIS

> Carta confirma que Vaticano sabia sobre má conduta de McCarrick em 2000 

O papa argentino também pediu aos novos bispos que resistam à tentação de se comportarem como "príncipes", ou "patronos", em suas dioceses.

Francisco lhes pediu que sejam "homens pobres em bens e ricos em relações, nunca duros, nem buscando a confrontação, mas afáveis, pacientes, simples e abertos".

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.