segurança

França mobiliza 110 mil homens para festa nacional e final da Copa

Segundo o ministro do Interior, apesar da ameaça de ataque terrorista se manter em um alto nível, tudo está organizado para que os franceses possam aproveitar as festas

Apenas em Paris e seus arredores, um total de 12 mil homens estarão mobilizados durante todo o fim de semana ( Foto: Gerard Julien / AFP )
09:06 · 13.07.2018 / atualizado às 09:19 por AFP

Cerca de 110 mil policiais e guardas civis serão mobilizados na França por ocasião da festa nacional, no sábado (14), e da final da Copa do Mundo de futebol, no domingo (15) - anunciou o ministro francês do Interior Gérard Collomb, nesta sexta-feira (13).

"Está tudo organizado para que os franceses possam viver esses momentos de festa com toda serenidade, apesar do contexto de ameaça que se mantém sempre em um alto nível", declarou o ministro em uma entrevista coletiva.

"É um dispositivo excepcional", acrescentou.

Desde o início de 2015, a França foi atingida por uma série de atentados extremistas que deixaram 246 mortos.

Apenas em Paris e seus arredores, um total de 12 mil homens estarão mobilizados durante todo o fim de semana.

Além dos habituais eventos previstos para a festa nacional - fogos de artifício, desfile militar, bailes e festas -, este fim de semana estará concentrado na final do Mundial de futebol, com a partida França-Croácia.

No domingo, cerca de 230 "fan zones" - com telões onde a partida será projetada - já foram contabilizados em todo território francês, segundo o ministro.

Em Paris, estará instalada no famoso Champ de Mars, na frente da Torre Eiffel, e poderá receber até 90 mil espectadores, protegidos com barreiras e seis acessos com segurança reforçada.

Em caso de vitória da França, "esperamos que haja manifestações de alegria (...) em toda França", afirmou Collomb.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.