copa do mundo

Feriado da Queda da Bastilha embala clima de 'já ganhou' na França

Os franceses estão esperando por 3 dias de festa

12:28 · 14.07.2018 por Folhapress
14 DE JULHO
Desfile para comemorar o Dia da Queda da Bastilha (14) ( AFP )
frança
Os franceses estão otimistas para a final da Copa do Mundo ( AFP )

 A capital da França, Paris, está preparada para mais de 60 horas de festa. A movimentação programada é para comemoração pelo Dia da Queda da Bastilha, neste sábado (14), e passa pela conquista da Copa do Mundo, no domingo, e a recepção aos jogadores da seleção francesa na segunda-feira. A euforia é grande na cidade que vive um clima de "já ganhou" antes do confronto contra a Croácia, no domingo, em Moscou, na Rússia.

O otimismo está claramente estampado no rosto de qualquer francês. O assunto Copa do Mundo está presente em todos os lados da cidade, e a começo da festa foi notado assim que a França venceu a Bélgica por 1 a 0 pela semifinal. Somente no Campo de Marte, em Paris, próximo à Torre Eiffel, foram mais de 20 mil pessoas reunidas para comemorar.

"Somos campeões. Conseguimos sentir isso. O time está bem e tudo tem conspirado a favor", relatou o eufórico Cristian Lamasiene.

Encontrar opiniões como essa é algo fácil em Paris. Curioso foi notar o crescimento da euforia em uma cidade que demorou para ter clima de Copa. "Não via nem gente reunida para jogo em bar quando a França estreou contra a Austrália", comentou o brasileiro Paulo Heitor, residente em Paris há 2 anos.

O crescimento da empolgação e as festas nas ruas têm empolgado a seleção da França. O atacante Kyllian Mbappé, por exemplo, chegou a postar em sua conta no Instagram uma foto da festa da torcida em Paris.

"Eu vi as imagens na França, mas o mais importante é ganharmos no domingo. Demos agora uma felicidade para todos, mas queremos dar ainda mais alegria aos franceses", afirmou o técnico da França, Didier Deschamps.

Segurança 

"Mais de 230 áreas para torcedores serão disponibilizadas por todo o país para que cerca de 1 milhão de espectadores possam acompanhar em telões o duelo entre França e Croácia, um número que pode aumentar devido às solicitações que as prefeituras estão recebendo", explicou nesta sexta-feira em entrevista coletiva o ministro do Interior, Gérard Collomb.

A preocupação com a segurança é grande. Somente no Campo de Marte serão mobilizados 4 mil agentes durante o jogo contra a Croácia no domingo, e um grande perímetro de segurança será armado.

O histórico edifício de Hôtel de Ville, sede da prefeitura de Paris, também tem expectativa de união de cerca de 20 mil franceses durante o jogo. No local, dezenas de funcionários trabalhavam durante a sexta-feira para montar um grande telão e investir em instalação de banheiros químicos para a multidão.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.