França

Ex-presidente francês Sarkozy é detido por financiamento ilegal de campanha

Sarkozy está sendo mantido num local de controle da Polícia Judiciária para ser ouvido e pode ser detido durante 48 horas

07:14 · 20.03.2018 / atualizado às 07:15 por Estadão Conteúdo
Kadafi e Sarkozy
A principal acusação é de que parte do dinheiro teria vindo do governo de Muamar Kadafi, ex-ditador da Líbia ( Foto: Eric Feferberg / AFP )

Nicolas Sarkozy, ex-presidente da França, foi detido nesta terça-feira sob suspeita de financiamento ilegal de sua campanha eleitoral de 2007.

A principal acusação é de que parte do dinheiro teria vindo do governo de Muamar Kadafi, ex-ditador da Líbia. A investigação começou em 2013 e envolve dinheiro em espécie que teria sido entregue aos organizadores da campanha.

Sarkozy está sendo mantido num local de controle da Polícia Judiciária para ser ouvido e pode ser detido durante 48 horas. De acordo com a imprensa francesa, ele está sendo questionado sobre as suspeitas. O ex-presidente está na localidade de Nanterre.

Depois desse prazo, ele pode ser levado diante de juízes para ser eventualmente acusado.

Esta é a primeira vez que os investigadores interrogam Sarkozy. Em 2007, ele venceu a eleição, superando a socialista Ségolène Royal.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.